Maior parte dos nordestinos não quer que Dilma renuncie à presidência

No geral, segundo Datafolha, 61% dos eleitores brasileiros são favoráveis ao impeachment da presidente

Por O Dia

Rio - A última pesquisa Datafolha revela que o Nordeste é a região que mais resiste ao impeachment de Dilma Rousseff: por lá, há um empate técnico entre os que querem o impedimento da presidente (48%) e os que apoiam sua permanência (46%). No Centro Oeste, 71% apoiam sua retirada do cargo, 22% são contra.

A maior parte dos nordestinos (53%) não quer que ela renuncie à Presidência — 44% preferem que Dilma tome a iniciativa. No geral, 61% dos eleitores brasileiros são favoráveis ao impeachment: eram 68% em março.

Favorito no Nordeste

É também no Nordeste que Lula recebe a maior intenção de votos — dependendo dos adversários, ele tem entre 36% e 37% das preferências (no Sudeste, fica com 14%). Marina Silva tem seu melhor desempenho (29%) na região Norte. O tucano mais bem colocado, Aécio Neves, ficou com 21% no Centro-Oeste.

Renda

A renda do eleitor também tem influência na escolha do melhor presidente brasileiro. Lula foi escolhido por 47% dos eleitores de famílias com renda de até dois salários mínimos. Fernando Henrique Cardoso teve 34% das preferências dos pertencentes a famílias com renda superior a dez salários mínimos.

Licença para votar

Jorge Picciani disse a Michel Temer que o PMDB-RJ votará pelo impeachment. Mas Leonardo Picciani, seu filho e líder do PMDB na Câmara, afirma que ficará ao lado de Dilma. 

Licença maior

Aliados de Pezão defendem a ampliação de sua licença de 30 dias. Acham que a medida ajudaria seu tratamento de saúde e daria mais autonomia para Francisco Dornelles, governador em exercício.

Quase parando

Instituições conveniadas com o governo estadual que cuidam de 9.560 crianças e adolescentes, muitos com algum tipo de deficiência, ameaçam paralisar suas atividades. A dívida, só este ano, chega a R$ 6,7 milhões. Muitos dos atendidos moram nas instituições.

Conselho

O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) vai supervisionar programas de governo dos tucanos que concorrerão a prefeituras fluminenses. Ele deu um conselho ousado a 30 pré-candidatos: “Sejam sinceros!”

Últimas de Rio De Janeiro