Barra em Dia: Vergonha internacional

Perdemos a última chance de uma intervenção definitiva de um problema crônico que só vem se agravando há décadas

Por O Dia

Rio - O colapso financeiro do Estado do Rio teve impacto direto no cancelamento do maior legado para a Barra. Ao arquivar de forma definitiva a oportunidade da recuperação do sistema lagunar de toda a Barra da Tijuca perdemos a última chance de uma intervenção definitiva de um problema crônico que só vem se agravando há décadas.

O problema ficou ainda mais visível com o rompimento de uma eco-barreira há alguns dias. Quem circulou no final de semana no canal do Marapendi sentiu o mau cheiro e a invasão das gigoias afetando a todo o bairro.

Está questão ambiental é responsabilidade do estado e a situação ficou ainda mais grave com o sequestro pela justiça de parte do orçamento da Secretaria de Meio Ambiente, deixando o Secretário André Correa em situação vexaminosa.

O maior atrativo turístico da Barra%2C o passeio de balsa nas lagoas naufraga por descaso do Governo do Estado que não cumpriu o programa de recuperação do sistema lagunarAcervo Pessoal

A sociedade civil organizada da Barra, que há décadas aprendeu que não pode esperar nada do poder público é quem deve colocar na mesa a busca de uma solução. A situação de penúria do poder público só tende a se agravar.

Os equipamentos olímpicos e grandes empreendimentos imobiliários podem ser afetados com o naufrágio da recuperação do sistema lagunar. Corremos o risco de passar vergonha nas olimpíadas. Como justificar a milhares de jornalistas de todo o mundo que as nossas lagoas exalam mau cheiro?

Tudo muito bonito mas mal cheiroso? Nem os canais da Tailândia, utilizado por turistas fedem tanto.

QUEM PAGA A CONTA?

Quem vai indenizar os empresários que apostaram no eco-turismo e que exploram os passeis nos canais ? Quem vai indenizar os empreenderes que fizeram lançamentos imobiliários na beira da lagoa apostando na recuperação prometida?

PONTO ALTO

Os passeios turísticos nos canais foram as atrações mais elogiadas nas visitas de jornalistas e operadores de turismo convidados para vivênciar as belezas do bairro. Eles podem gerar centenas de empregos se não fossem a grande vítima do descaso Governamental.

Monteiro Lobato é atração do América Shopping para a criançadaDivulgação

NOVAS ADESÕES

O Rio Convention & Visitors Bureau divulgou um balanço de ações que mostra o incremento de associados nos últimos dois anos. Em 2014, o Rio CVB contava com 130 mantenedores. Atualmente, 160 empresas integram o convention, o que representa um crescimento de 23%. Entre as empresas várias da Barra como o Grand Hyatt, o Casa Shopping e a Planeta Brasil, todos na Barra da Tijuca.


QUERIDINHO DA REDE

O Hotel Grand Hyatt aliás tem sido muito agressivo nas redes sociais. Com pouco tempo de funcionamento já é o empreendimento mais citado e compartilhado. É o campeão do facebook entre os hotéis do bairro.


AMÉRICA SHOPPING

No próximo sábado , o palco do Faz e Conta, promovido pelo Américas Shopping, recebe a peça “As aventuras de Emília”. A entrada é gratuita e acontece às 17h, na Praça de Eventos- Piso L1. Tudo acontece quando a curiosa Emília resolve questionar os finais das histórias contadas pela dona Carochinha e liberta os personagens dos livros para que vivam como quiser. Com muita interação junto ao público mirim, a boneca acaba descobrindo que interferir nas histórias pode trazer consequências trágicas.


Últimas de Rio De Janeiro