Por thiago.antunes
Rio - O alto custo da viagem para o Rio e a falta de segurança na cidade levaram a Conferência dos Bispos da Alemanha a desaconselhar a vinda de menores de 18 anos para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que vai ocorrer em julho.

A previsão é de que 2, 5 mil jovens alemães participem do evento, que terá a presença do Papa Francisco. Na última edição da Jornada, em Madri, na Espanha, eles eram perto de 16, 5 mil fiéis.

Ex-jogador Jairzinho%2C do Botafogo%2C mantém projeto social em ManguinhosPaulo Araújo / Agência O Dia

A informação foi publicada numa entrevista com o coordenador de Educação Religiosa da Juventude, da Conferência dos Bispos da Alemanha, Markus Hartmann, à agência de notícias alemã KNA, que pertence à Igreja Católica.

“Sempre houve preocupações sobre a segurança no Rio de Janeiro. Embora eu não compartilhe. Mas eu posso entender que as dioceses têm preocupações. No final das contas, elas são responsáveis por menores de idade, se acontecer alguma coisa”, afirmou Hartmann.
Publicidade
A organização da JMJ foi questionada sobre o assunto, mas, até o fechamento da edição, eles não tinham se manifestado.
A ocupação da rede hoteleira na cidade prevista para a JMJ é de 57%, índice abaixo do esperado pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio (ABIH-RJ).

“A gente sabe que não haveria um número grande, porque o público do evento procura alojamentos econômicos ou fica em casa de família e conhecidos, mas esperávamos uns 70% de ocupação”, afirmou o presidente da ABIH-RJ, Alfredo Lopes.

A coordenadora de comunicação do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes (SindRio), Kátia Watts, disse que não há como negar que o preço da alimentação é caro no Rio.

Amara está feliz porque vai receber o Papa em sua casaPaulo Araújo / Agência O Dia

No entanto, ela discorda que a segurança seja um problema que afete a imagem da capital: “Isso ocorre em toda cidade grande do mundo inteiro. Já tivemos fases piores”. Segundo ela, cada peregrino, inscrito no evento, receberá um cartão que prevê R$ 30 para gastar por dia com almoço e jantar.

Camarote para o evento na Quinta

Publicidade
Na Quinta da Boa Vista, o Papa irá realizar pontos de catequese e a Feira Vocacional.
Moradora de prédio ao lado do parque, a dona de casa Sônia Gomes, 61, assistirá a passagem do representante de Deus da sacada do seu apartamento.
Publicidade
“Para mim é um privilégio. Nunca esperei tê-lo tão perto da minha casa. Espero que ele traga muita luz, estamos precisando”, considerou.
No Hospital São Francisco, na Tijuca, onde o Papa irá inaugurar o Pólo de Atenção Integral à Saúde Mental, a expectativa é grande. “É uma honra para nós, franciscanos”, define o padre Francisco Belotti.
Publicidade
Visita do Papa é bênção para morador de Manguinhos
Ana Alves de Souza, 76 anos, é uma das mais emocionadas em Manguinhos. Ela ajudou a construir, há 25 anos, a pequena igreja dedicada a São Sebastião, que será visitada pelo Papa Francisco.
Publicidade
“É um sonho, uma benção”, diz a única fundadora viva do santuário. Na mesma rua, fica a Capela São Jerônimo Emilliani, inaugurada há 42 anos por Dom Eugênio Sales, e que também está no roteiro do líder da Igreja Católica.
Após abençoar os templos, o Papa celebrará missa no campo de futebol de Varginha, sobre uma laje. Para euforia dos fiéis, o padre Márcio Queiroz, pároco da Igreja Nossa Senhora do Bonsucesso de Inhaúma — à qual a Capela São Jerônimo é vinculada — selecionou cinco famílias para que uma delas seja sorteada com a benção do Papa.
Publicidade
“Voluntários da igreja decidiram os nomes e deram o meu. Não tenho palavras. Ver o Papa já é um milagre. Imagina na minha casa”, festeja Amara Oliveira, 82.
Furacão da Copa de 70, Jairzinho, que mantém projeto social no local, comemora: “Recebo como mais um milagre. Os meninos daqui serão abençoados”.
Publicidade
A alegria contagiou até quem é de outras religiões: “Sou evangélico e vejo de forma positiva. Vai dar visibilidade à comunidade que merece receber mais serviços”, disse Zelito, vice-presidente da Associação de Moradores.
CD lançado oficialmente
Publicidade
O CD "No Coração da Jornada — Músicas das Celebrações da JMJ Rio2013" chegou às lojas segunda-feira com a tiragem inicial de 160 mil cópias encomendadas e disco de platina duplo, entregue ao produtor Marco Mazzola durante o evento de lançamento do disco e da Jornada nesta terça.
O prêmio foi dado de presente por ele à JMJ, pelas mãos do arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. A principal música é "Seja Bem-Vindo", composta e cantada pelo Padre Fábio de Melo como homenagem ao Papa.