Por bianca.lobianco

O delegado assistente da 10ª DP (Botafogo), João Ismar, ouviu o piloto que conduzia o helicóptero que caiu na mata no Morro da Urca, na tarde desta quarta-feira, e, de acordo com as primeiras informações, o acidente foi provocado por uma forte rajada de vento que desestabilizou a aeronave. "Segundo o piloto, a rajada de vento ia jogá-lo em direção à pista de pouso, ocasionando um sério acidente. Ele é uma pessoa muito experiente com 41 anos de profissão. Então ele optou por pousar na floresta", esclareceu.

Rajada de vento desestabilizou aeronave. Piloto teve que fazer pouso forçado Reprodução TV

Ismar confirmou que os cinco passageiros, sendo um casal de Belém, dois americanos e um carioca, estavam fazendo um voo panorâmico em torno do Pão de Açúcar com duração de sete minutos. E, ao final do passeio, a aeronave foi atingida pelo forte vento quando retornava para a pista de pouso. "Houve danos à nave que ainda não foi retirada do local. Apenas uma pessoa se feriu levemente".

Segundo o delegado, a pista de pouso ainda está interditada pelos bombeiros e não há previsão para ser liberada. Ismar acrescentou que o piloto pode responder por lesão corporal culposa (quando não há intenção).
Publicidade
Em nota, a empresa Helisul Táxi Aéreo, responsável pelo helicóptero que caiu, disse que está prestando todo o auxílio necessário aos passageiros e tripulantes . A assessoria acrescenta que a empresa comunicou as autoridades aeronáuticas logo após o ocorrido.
Turistas assustados
Publicidade
Duas professoras da escola municipal Ministro Alcides Carneiro, de Campo Grande, presenciaram o acidente da queda do helicóptero da empresa Helisight no Morro da Urca, na Zona Sul, na tarde desta quarta-feira. Elas estavam fazendo uma excursão com cerca de 47 alunos, quando ouviram um forte barulho.
"A gente ouviu um estrondo, um barulho muito forte e a hélice passando entre os galhos. De repente o helicóptero sumiu de vista", conta a professora Débora Sanfins. Ela acrescenta que perguntou ao segurança do local o motivo do estrondo e ele afirmou que um forte vento desestabilizou o helicóptero. Débora também confirmou que o segurança disse que a nave poderia cair em cima dos presentes. "O segurança disse que a aeronave podia até cair em cima da gente, mas, graças a Deus, o piloto, experiente, conseguiu fazer uma manobra e sair daquela direção", completou.
Publicidade
A professora Herizete Stanek, de 49 anos, relata que as crianças e os turistas ficaram assustados e tentaram ver o que estava acontecendo. "Ouvimos o barulho muito forte e vimos o helicóptero se desviar da nossa direção".
Você pode gostar