Por cadu.bruno
Quase um ano após a inauguração de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na Rocinha, traficantes da comunidade ainda tentam resistir e recuperar o território ocupado por forças policiais. Na madrugada de sábado, criminosos voltaram a enfrentar PMs, num tiroteio que assustou moradores da comunidade em São Conrado.
De acordo com os militares, uma equipe da UPP patrulhava a localidade 199 quando bandidos atiraram na direção dos policiais, que revidaram. O bando conseguiu fugir, e os PMs recolheram uma pistola calibre 9 milímetros, carregador e munição, além de uma calça, coturno e boina. Até a manhã de sábado, circulava a informação de que um criminoso teria ficado ferido, mas a polícia não confirmou a versão. Durante todo o dia de ontem, foram feitas buscas na comunidade, na tentativa de localizar o bando.
Publicidade
Há duas semanas, a polícia intensificou as operações na Rocinha. Além dos soldados da UPP local, as ações contaram com apoio de homens e cães farejadores do Batalhão de Ações com Cães (BAC). Há alguns meses, até o Bope ajudou nas operações contra o tráfico na comunidade. Outro reforço importante é a parceria com a delegacia da área, para a investigação dos casos e expedição de mandados de prisão contra suspeitos.
No final do mês de abril, dois policiais foram feridos por tiros disparados por bandidos durante as ações de patrulhamento em dois pontos da favela.