Dom Orani reza missa em igreja que vai receber Papa

Em Manguinhos, fiéis cantam música composta para o Pontífice e emocionam o arcebispo

Por O Dia

Será ao som da canção ‘Francisco de Deus’, de autoria de Robson Ventura, cantor da capela São Jerônimo Emiliano, em Varginha, que moradores do Complexo de Manguinhos vão receber o Papa Francisco no dia 25 de julho. A música é um agradecimento à escolha da comunidade como palco de uma das cerimônias realizadas durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Na visita, o Sumo Pontífice vai benzer o novo altar da igreja, que foi doado por moradores, além de discursar para um público de mais de 10 mil pessoas do alto de uma laje, num campo de futebol a 300 metros da capela.

Nest sábado, para abençoar a Igreja de São Jerônimo — que será palco do encontro entre o Papa e oito padres da região —, o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, celebrou uma missa que contou com a presença de 150 fiéis. Em uma hora de cerimônia, a música composta para o Papa foi entoada três vezes. “Queremos que a letra esteja na ponta da língua para emocioná-lo”, conta o compositor, que garante ter feito a canção de uma vez só. “Foi uma inspiração divina. A humildade dele me tocou demais”, completa.

O arcebispo destacou a importância de a igrejinha de Manguinhos receber o Papa%3A ‘Aqui é um lugar que representa as comunidades do Rio’Carlos Moraes / Agência O Dia

A música emocionou Dom Orani, que fez questão de reforçar a importância da capela para a Jornada. “Aqui é um lugar que representa todas as comunidades do Rio pela sua simplicidade. Sem contar que também é a casa do padroeiro das crianças abandonadas e por onde Madre Teresa de Calcutá fez tantos trabalhos. Durante a caminhada, não haverá grades cercando o Papa, que ficará livre para entrar em alguma casa e conversar com moradores”, explica o arcebispo.

Neste domingo, os símbolos da Jornada Mundial da Juventude — a cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora — chegam a Niterói em um navio da Marinha. A partir das 14h, a Praia de Icaraí deverá ficar repleta de fiéis de várias partes do Rio que vão prestigiar o evento Bote Fé, com missa e shows de cantores católicos.

‘Estão fazendo uma maquiagem’

Em parte da Rua Carlos Chagas, em Varginha, mais precisamente o trecho por onde o Papa caminhará — ele irá da igreja ao campo de futebol —, obras seguem a todo vapor. Desde que a comunidade foi escolhida para receber o Pontífice, há duas semanas, a prefeitura tem feito recapeamento no asfalto e reforço na limpeza. Mas basta ir um pouco à frente do campo para se deparar com a realidade.

“Estão fazendo uma maquiagem no caminho do Papa, mas o resto está largado, como sempre foi”, critica a moradora Almerinda Guedes, de 63 anos.

Uma das principais reclamações dela e de outros moradores é o estado da Praça São Sebastião de Varginha, a 500 metros da Capela São Jerônimo. Lá, mesas e bancos de alvenaria estão quebrados e há lixo por toda parte.

O campo vai receber o Papa também tem lixo e lama por todos os lados, cenário que deve mudar nos próximos dias. A laje em que o Pontífice deve subir para discursar também será vistoriada pela prefeitura.

Letra de ‘Francisco de Deus’

Ele vem em missão de paz/
Para trazer esperança/
O nosso povo te espera
para te abraçar/
Queremos ser que nem criança/
Quando vem ao encontro do pai/
Para receber carinho, amor/
Somos tuas ovelhas,
Francisco de Deus/
Tu és nosso pastor
É o representante de Jesus/
Dá a vida para servir/
Missionário, mensageiro
do amor/
Que bom te receber aqui/
A alegria tomou conta de nós/
E na batida do coração/
Pedimos tua benção,
ouvimos tua voz/
Nos ensinando a direção

Últimas de _legado_Rio