De obra de arte a lixão

Instalação na Matinha virou depósito de dejetos

Por thiago.antunes

Rio - Destaque do concurso ‘Ação Jovem na Arte Urbana’, publicada em livro e apresentada na Galeria Macy’s, nos Estados Unidos, a instalação ‘Mais Beleza, Menos Lixo’, na Matinha, virou lixão. A obra de José Andrade, Edmilson da Silva, Welington Marcelo e Márcio Belão, feita na porta do Centro Cultural Fazendo Arte, queria chamar a atenção de moradores e poder público para a degradação das condições de vida causada pelo lixo.

Obras de arte viraram lixão na MatinhaAndré Balocco / Agência O Dia

“Faltou sensibilidade aos caras da Comlurb”, reclama Márcio Belão. “E educação aos moradores.” A frustração é mais pela perda da oportunidade de alavancar a comunidade, no Compelxo do Turano, do que pelo fim do trabalho, de 2012. “Viramos noites recolhendo monitores de TV no lixo. Ali é a entrada da favela, a sujeira causa má impressão” conta. “Até que um dia a Comlurb passou o trator.” Para ele, falta um trabalho de conscientização ambiental. “Poderiam fazer um galpão para o lixo reciclado e usar o dinheiro em melhorias na favela.” A ideia está lançada!

Mulher em ação

A ONG AMA (Associação Mulheres de Atitude), do Complexo do Alemão, fechou com a Arena Dicró, na Penha, para sediar a segunda edição do Prêmio Mulher em Ação. Das 11 mulheres que se destacaram em ações sociais voluntárias, falta escolher duas. O Alemão, com quatro indicações, lidera o ranking.

Mais malhação

As Academias da Terceira Idade vão crescer. A ideia da prefeitura é instalar mais 40 pontos nas zonas Norte e Oeste — Parque de Madureira e Méier são prioridades. A Secretaria de Envelhecimento Saudável diz que os 245 pontos atuais atendem 35 mil idosos. A meta é acrescentar oito mil pessoas.

Estrangeiros da Wella assistiram desfile de modelos penteadas por elesDivulgação

Cabeça feita

Onze estrangeiros da Wella, como o espanhol Josué Martinez, assistiram nesta sexta-feira ao desfile de 15 modelos, penteados a quatro mãos por eles e participantes do curso ‘Vira Vida’, na Rocinha. O projeto visa a reintegrar jovens vítimas de violência sexual. O curso de cabeleireiro é oferecido pelo Sesi Cidadania.

Sem fronteiras

O sétimo debate ‘Rio, Cidade sem Fronteiras’, quarta-feira, na Matinha, rendeu frutos. Wanda Guimarães, coordenadora da ONG Cedaps, que cuida de prevenção sexual, convidou o grupo teatral ‘Fazendo Arte’ para se apresentar no seminário nacional ‘Fala Comunidade’, no fim de novembro, no Rio.

Livro aberto

O professor Júlio César Freitas faz mais uma edição do seu ‘Descarrego Literário’, neste domingo, às 14h, na Rua Faria Brito, no Largo do Verdun. A ideia do evento é fomentar o troca-troca de livros. “Livro bom é livro dado”, diz. Além de literatura, o evento terá recital de poesias e oficina de confecção de máscaras.

Mangueira

Benício da Portela e Barbeirinho do Jacarezinho prestam depoimento sobre o mundo do samba de raiz, neste sábado, às 10h, no Centro Cultural Cartola.

Chatuba

A ONG Mundo Novo, que fica na Chatuba, Mesquita, que cuida de 260 crianças, criou cinco kits para a campanha ‘Apadrinhamento de Natal’: doe itens higiênicos; brinquedos; cuecas, calcinhas ou meias; calçados, e livros.

Manguinhos

O Grupo Devoradores de Livro faz oficina dia 31 na Biblioteca-Parque, a partir das 14h30.

Alemão

O Centro Cultural Oca dos Curumins faz oficina com ‘Brincadeiras da Vovó’ neste sábado às 13h, na Estação Itararé.

O VIDIGAL Cria Ativos, grupo aberto da comunidade, faz feira cultural neste domingo, a partir das 12h, na Avenida Benedito Calixto.

Últimas de _legado_Rio sem Fronteiras