Por thiago.antunes

Rio - Milla Souza, de 45 anos, é um grande exemplo de mudança de percurso. Já foi moradora de rua, dona de loja, artesã, costureira, chefe do tráfico de drogas no Morro da Serrinha, em Madureira, e presidiária. Atrás das grades, apanhou, fez cirurgia, passou 12 anos encarcerada. Hoje milita em diversas causas sociais. Nas chuvas de dezembro, foi voluntária no Alemão. Milla é uma mulher de ação, anda de um lado para o outro pelo Rio inteiro.

“Não posso ficar parada não, tem muita gente precisando de mim.” E tem mesmo. Ela abre sua casa, no Jacarezinho, para qualquer um que precise. Todas as noites sai em busca de novos moradores de rua e viciados em crack para ajudar. “São meus filhinhos de rua, trato todos como a minha família, eles vivem e convivem com meus quatro filhos e com meu marido.” Zelosa, ela fala com grande afeto sobre os jovens. “São minha família, sabe?”

Sozinha%2C Milla tirou 40 da ruaFernando Souza / Agência O Dia

A feira cultural

Na segunda quinzena de março, a filha de Milla Souza, Pâmela, organiza uma feira cultural no Jacarezinho. “Queremos dar espaço para os artistas da região exporem e crescerem”, diz Pâmela, que ressalta ainda ser muito difícil encontrar visibilidade e apoio para os pequenos empreendedores da favela. “A feira pode ajudar a nos dar a visibilidade.”

Nova perspectiva

Milla estima que mais de 40 jovens já ficaram em sua casa. Além de abrigá-los, ela os ensina a fazer artesanato com material reciclado. “Recolho de tudo: de caixa de papelão a embalagens de cigarros, uso de tudo!” Ela estima que, dos jovens que já passaram por ela, ao menos 20 estejam trabalhando no zoo. “Lá sempre dão espaço para eles, graças a Deus.

Cadê o governo?

O que a entristece é a falta de apoio do poder público. Ainda assim, Milla tem uma conexão direta com Deus, como ela mesma diz. “Não tenho religião, mas eu oro, e aí alguém bate na porta e me dá um quilo de arroz, um feijão e eu continuo.” Como uma mãe orgulhosa, ela sorri ao mostrar os trabalhos de seus filhos de rua. “Me deixam muito feliz, olha que lindo.”

Apoio da família é fundamental

Milla ressalta que o apoio que recebe do marido e da filha dá forças para continuar. “Meu marido é meu companheiro, me apoia sempre. Minha filha Pâmela é uma princesa e ajuda em tudo.” Pâmela ajuda a mãe a coordenar a ONG que criaram em 2007, o Arte Complex. “Precisamos de apoio e patrocínio. Atualmente temos falta dos materiais para o artesanato”, diz Pâmela, que também modela e cria as peças que a mãe produz. “Já criamos duas coleções que têm ótima saída na Zona Sul, precisamos de ajuda para crescer.”

Caminho do grafite

Na semana passada a equipe do grafiteiro Márcio SWK, que coordena as artes do ‘Caminho do Grafitti’, no Morro dos Prazeres, recebeu um reforço de peso para adiantar as pinturas das casas da favela: um time de grafiteiros foi apoiar a causa e deixou quase tudo pronto. “Agora faltam apenas mais algumas casas. Em março vamos inaugurar”, comemora.

Festa no Alemão

No próximo dia 23, o Alemão receberá um dia com brincadeiras antigas para integrar pais e filhos da favela Entre as atividades, estão corrida de saco e cabo de guerra. “Precisamos de patrocínio para darmos esse presente para o morro”, afirma Luciano Daniel, coordenador da ação. Informações: [email protected].

Centésimo Conexões Urbanas

O programa do Multishow, apresentado por José Júnior, completará a marca amanhã, às 22h30. Desenvolvido pelo líder do AfroReggae, o especial mostrará histórias de deficientes que ultrapassam suas limitações físicas.

AGENDA

Troca no Santa Marta

Terça, às 17 h, acontece Troca-Troca Santa Marta com contadores de histórias, filme e música sobre o folclore brasileiro e doação de livros. Quarta estação do Plano Inclinado.

Teatro na Penha

Na próxima sexta e sábado a peça infantil ‘Zigg & Zogg’ será encenada na Arena Dicró, (Parque Ari Barroso, no Complexo da Penha), às 15h. Entrada franca.

Samba de Benfica

O grupo Samba de Benfica promove amanhã sua famosa roda de samba a partir das 14h, no Bar Tô a Toa. Rua Professora Ester de Melo 260, Benfica.

Livros no Pavão-Pavãozinho

De segunda a sexta, o estande do Projeto Mais Leitura nas estará no Solar Meninos da Luz com livros de diversos gênero, como romance e infantil, a R$ 2 e R$ 3.

com Tássia di Carvalho

Você pode gostar