Por thiago.antunes

Rio - Às voltas com lixo em excesso, dificuldade crônica na coleta e o péssimo hábito de jogar detritos em vielas e rios, a Associação de Moradores da Mineira começa hoje campanha para mudar a cara da favela, vizinha do Sambódromo. Em parceria com a ONG Guetas, da educadora ambiental chilena Eugenia Quilodrán, a entidade trará aos moradores a experiência de outras comunidades com o problema.

Eugenia Quilodran%2C o vice Júlio César Jacinto%2C Zé Henrique e Pedro Paulo%2C da associação%3A esperançaAndré Balocco / Agência O Dia

A partir das 9h a quadra abrigará de oficinas de artesanato com PETs — problema crônico nas favelas por onde a coluna já esteve — a encontros para se mostrar como transformar pneus em móveis. “O pessoal do Museu de Favelas, do Cantagalo, usa as rodas para fazer pufes”, conta Eugenia. “O lixo, aqui, é muito rico. São milhões de reais jogados fora.” Uma das lideranças locais, José Henrique Nunes alerta para o crescente número de garrafas de vidro descartáveis na comunidade. “Os fabricantes despejam milhares de garrafas no mercado sem pensar em como recolhê-las. É uma tragédia anunciada.” Presidente da associação, Pedro Paulo Ferreira está otimista. “É possível mudar.”

Coral está instalando placas informativas nos pontos turísticos do Santa MartaDivulgação

#CopanaMangueira

O Museu do Samba, na Mangueira, vai aproveitar a Copa do Mundo para crescer e aparecer. Nos dias de jogos do Brasil, além do show de Neymar & Cia. na TV, quem for conhecer a história de Cartola e da Estação Primeira ganha de brinde uma roda de samba com direito a petiscos. O jogo do dia 23, contra Camarões, será regado a pasteis do crustáceo.

Santa informação!

A Coral, que mantém projeto para colorir as edificações do Santa Marta, está instalando placas informativas nos pontos turísticos da comunidade, muito procurada por estrangeiros. A Laje do Michael, na Estação 3 do bondinho, e o campo do Pico já foram sinalizados. O turista pode ainda ler os QR codes das placas, com o celular, para saber mais sobre o local.

Jacarezinho cult

Um dos ícones da arte moderna brasileira, o polêmico artista plástico pernambucano Romero Britto estará hoje no Jacarezinho, no Centro Comunitário de Defesa da Cidadania. Britto fará um workshop com os moradores da comunidade para produzir um painel em conjunto com eles, uma das características de seu trabalho. O evento, aberto, começa às 10h.

Turista aprendiz

O Caminho do Ouro, em Paraty, e o do Açúcar, em Quissamã, no interior, encerram, este fim de semana, o primeiro módulo das oficinas do projeto Turista Aprendiz, das bibliotecas-parque da Rocinha e Manguinhos. O projeto começou dia 11 de março e capacitou 50 jovens destas comunidades. Os alunos receberam um tablet, doado ao término das aulas.'Transformação' em mais de dez favelas.

'Transformação' em mais dez favelas

O Instituto Pereira Passos, da prefeitura, listou sete comunidades para dar sequência ao projeto Agentes da Transformação e está recebendo inscrições até o dia 15. Batan, Fallet/Fogueteiro/Coroa, Salgueiro, Santa Marta, Manguinhos, Mangueira e Lins terão dez agentes, em cada território, e um coordenador. O objetivo é mapear as comunidades, com pesquisas de campo, dados sócio-demográficos e estatísticas. Os jovens, que receberão bolsa mensal de R$ 250, devem estar no Ensino Médio e ter, de preferência, de 14 e 18 anos.

Sesi em campo

A Firjan oferece torneios de futebol de rua, botão, locução e embaixadinhas amanhã, em Jacarepaguá, na Rua Coronel Tedim, e Honório Gurgel, no Shopping Jardim Guadalupe.

Maré 

O Observatório de Favelas, na Maré, abre na segunda inscrições para a Escola Popular de Comunicação Crítica. A ideia é potencializar as tranformações através da Comunicação. 

Maré 2

Um cortejo, às 14h, abre os trabalhos circenses hoje, na lona cultural Herbert de Souza. Às 15h, a dupla Treme-Treme e Currupita será homenageada no espetáculo ‘Tremelicando’.

Passinho no teatro

O espetáculo ‘Na batalha’ estreia temporada hoje, às 19h30, no Teatro João Caetano, no Centro do Rio. Os 500 primeiros entram de graça. A temporada vai até 12 de julho.

Competição

Vinte jovens que treinam jiu-jítsu na Unidade de Polícia Pacificadora da Providência disputam hoje mais uma etapa do Campeonato Estadual, no Iate Clube. São sete atletas infantis, um mirim, nove infantojuvenis, um juvenil e dois adultos — 12 meninos e 8 meninas.

Você pode gostar