Babilônia, a casa da Feira Literária das Periferias

Edição deste ano acontecerá na comunidade do Leme e o jornalista Júlio Ludemir se entusiasma ao falar do evento

Por paulo.gomes

Rio - Uma Babilônia múltipla, aberta para receber, hospedar e interagir com os autores convidados da Feira Literária das Periferias deste ano. Vivendo na favela do Leme há quase um ano, o jornalista Júlio Ludemir se entusiasma ao falar do novo conceito do evento, de 4 e 8 de novembro. “Será a primeira vez que isso acontecerá”, começa Júlio. “Imagina o autor convidado se hospedar aqui, vivenciar o dia a dia da favela, o baile funk, jogar pelada na praia e voltar para almoçar no próprio morro? Será revolucionário.”

O jornalista Júlio Ludemir está morando há quase um ano no Morro da Babilônia%2C no LemeAndré Balocco / Agência O Dia

Ao lado do sócio Élcio Sales, Ludemir dá o pontapé inicial da Flupp dia 14, em Caxias, numa mesa que reunirá Marcus Faustini, da Agência de Redes Para a Juventude, e Rogério Skylab — poeta e músico ‘maldito’ dos anos 80. O tema será o futuro e pela primeira vez uma mulher será homenageada: Nise da Silveira. “Serão 35 mesas nas periferias antes do evento começar”, encerra.

Cadê a chave, Alemão?

Técnicos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRJ) que foram escolher o terreno da futura Universidade do Alemão, segunda-feira, deram com a cara na porta da antiga fábrica da Tuffy, na Av. Itaoca. Tudo porque os funcionários da prefeitura esqueceram de avisar aos donos que precisavam abri-la. A vistoria foi remarcada para terça.

Brasília vai à favela

E por falar em Alemão, o Caic Teophilo Souza Pinto, em Nova Brasília, sedia na segunda-feira uma Audiência Pública sobre a favela. No encontro, organizado pelo coletivo ‘Juntos pelo Complexo’, estarão presentes deputados federais da CPI sobre a Violência contra os Jovens e parlamentares das comissões de Direitos Humanos e Educação da Alerj.

Fala aí, prefeito

Presidente da União Comunitária, associação que reúne favelas da Zona Sul, José Mário Hilário, do Santa Marta, batalha para que as comunidades passem a fazer parte do orçamento da cidade. “Se o dinheiro entra em Ipanema, tem que entrar para a manutenção das favelas também.” Ele tenta reunião com o Eduardo Paes. "Mas já desmarcaram quatro vezes", alega.

Golfe no Maracanã

Palco de decisões memoráveis, o Maracanã vai encarar outro tipo de bola nesta quarta. Quinze crianças do Japeri Golfe Clube, disputarão um torneio pelo Rio Street Golfe 2016, apoiados pela The Golf Foundation e pelo R&A. No Japeri Golfe as crianças em situação de risco recebem preparação física, uniformes, lanche e reforço escolar, entre outros benefícios.

Música e solidariedade na Babilônia

O Babilônia Black, evento que reunirá três palcos diferentes de música negra na favela da Babilônia, neste sábado, pede aos frequentadores que enviem alimentos não perecíveis aos moradores da comunidade afetados pelas chuvas da madrugada de quinta. A festa, que seria anteontem, foi adiada para hoje devido ao mau tempo e à queda de uma casa na comunidade. “Os moradores perderam tudo”, conta o organizador Betão Ferreira, durante o evento, haverá uma mesa sobre a importância do negro na literatura brasileira.

Agenda

Hip Hop na Vila da Penha
O espetáculo de hip hop Olho Nú, que discute a fragilidade do ritmo, será encenado na Arena Carioca Dicró quinta, às 15h. Parque Ari Barroso, Vila da Penha. Entrada grátis.

Música livre na Maré
A Maré receberá na sexta, às 20h, mais uma edição do ‘Lona Música Livre’, que promove encontros e trocas entre músicos e artistas. Rua Evanildo Alves s/n, Maré. Entrada franca.

Sarau em Nova Iguaçu
Poesia, choro e MPB são apenas algumas das atrações que estarão no Sarau do Meio Dia, domingo, no Boteco da Juliana (Rua Ângelo Gregório 145, Morro Agudo, Nova Iguaçu).

Jazz no Cantagalo
O Chernicharo Trio Jazz, subirá ao palco do Bar da Gilda, domingo, para show ao entardecer. Ingressos a partir de R$ 15. A partir das 16h, na escadaria ao lado do Criança Esperança.

Com Tássia di Carvalho

Últimas de _legado_Rio sem Fronteiras