Samba para bamba nenhum botar defeito

Dois eventos tradicionais em Campo Grande reúnem músicos da melhor qualidade

Por tamyres.matos

Rio - Sucesso há oito anos em Campo Grande, o Samba & Água Fresca reúne, como o próprio nome diz, samba "de raiz" com artistas da região e convidados, entre eles Nei Lopes, Jorge Aragão e o saudoso Luis Carlos da Vila, entre outros bambas que já passaram por lá e estão representados em galerias de fotos logo na entrada.

No próximo dia 21, o convidado será Noca da Portela. O patrono do evento é o radialista Adelzon Alves, morador da Pedra de Guaratiba e presença constante no evento. O Samba & Água Fresca acontece domingo sim, domingo não, na Rua Aratanha, 366, no Centro do bairro, perto do colégio Nossa Senhora do Rosário, das 17h até a meia-noite. A entrada é R$ 8.

Antonio Godinho, um dos fundadores do evento, com Décio e Jotabê, explica que "a intenção, há 8 anos atrás, era a de fazer um encontro com os amigos para ouvir um samba de raiz, beber umas cervejinhas e bater um papo agradável. O tempo passou e a coisa deu certo. Inicialmente era uma vez por mês, mas 2 meses depois se tornou quinzenal".

Também em Campo Grande, o Sinpro (Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região) organiza, sempre na segunda sexta-feira do mês, um show de MPB ao vivo, com a banda da cantora Piu e do já mencionado Jotabê. A sede fica na rua Manaí, 180, ao lado do Centro Universitário Moacyr Sreder Bastos (UniMSB), no centro do bairro. A entrada é franca e o show vai das 20h até meia-noite, com direito a canja de quem quiser cantar ou declamar poesias.

Últimas de _legado_Vivo conectado ao Rio