Por tamyres.matos

Rio - A trilha para o mirante do morro do Telégrafo, o ponto mais alto de Barra de Guaratiba, com 355 metros, leva mais ou menos duas horas e permite uma ampla visão da Restinga da Marambaia, Ilha Grande, Ilha da Marambaia e Itacuruçá. A trilha começa no Caminho dos Pescadores e segue pela escadaria da Igreja de Nossa Senhora das Dores, que durante muito tempo, na época do Brasil Colônia, serviu de posto de observação para piratas na Barra de Guaratiba e Baía de Sepetiba.

Já durante a II Guerra Mundial o morro também abrigou um destacamento militar, já que havia a preocupação de que submarinos alemães estivessem circulando naquelas águas. As informações eram transmitidas via rádio através de um gerador, o que fez com que a população desse o nome como o morro ficou conhecido até hoje. O morro do Telégrafo na verdade possui quatro mirantes, cada um apresentando vistas "de tirar o chapéu".

Após a descida, a dica é seguir para o famoso restaurante da Tia Palmira, de Palmira de Souza Leal, afinal, foi a mãe dela, de mesmo nome, que fazia a comida dos soldados do destacamento do morro do Telégrafo na época da II Guerra Mundial. O restaurante, presente em todos os guias de gastronomia cariocas, foi o precursor dos estabelecimentos especializados em peixes e frutos do mar em Barra de Guaratiba. O restaurante da Tia Palmira fica na rua Caminho do Souza, 18. Telefone: 2410-8169.

Você pode gostar