Queda d'água dentro da gruta, um passeio para lá de refrescante

Depois da trilha, em Campo Grande, a dica é parar no bar do Zezinho e continuar o banho de cachoeira

Por tamyres.matos

Rio - Não é uma subida muito cansativa, uns 40 minutos de caminhada sem trechos íngremes e a trilha chega até a gruta com uma queda d´água dentro. Se quiser, o visitante pode ir subindo até chegar a Bangu, no topo da montanha, mas o passeio até a gruta, na localidade do Rio da Prata, em Campo Grande, já vale o esforço.

Quem quiser ir de ônibus, por exemplo, o ponto final da linha 846 (Campo Grande-Rio da Prata) já poupa um bom trecho da caminhada, que é feita com muito verde em volta e árvores frutíferas, como mangueiras e caquizais.

Terminado o passeio, a boa pedida é o bar do Zezinho, por onde os visitantes passam durante a caminhada. O bar tem também uma pequena queda d´água e seu simpático dono deixa exposta uma antiga moenda, talvez para lembrar a época em que os engenhos dominavam a região. Quem for de carro, pode até deixá-lo em frente ao próprio bar, o que vai poupar mais ainda o tempo de caminhada.

O passeio fica bem perto do centro de Campo grande, a uns 15 minutos (de carro ou ônibus), no final da Estrada do Cabuçu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia