Por bianca.lobianco

Rio - O problema que causou a queda da rede aérea entre as estações de Oswaldo Cruz e Engenho de Dentro pode ter sido causado por depredação, segundo informou, em nota, a SuperVia. De acordo com a concessionária, nos últimos dias, foram registrados casos como tiros disparados na direção da rede aérea, depredação de janelas, arremesso de pedras, bastões e outros objetos contra os para-brisas das composições ou em direção à ferrovia, e furto de cabos elétricos.

Seis composições foram danificadas após passageiros furiosos com a situação, na manhã desta quinta-feira, terem ocupado as linhas de trem e arremessado paus e pedras nos veículos, entre eles, um trem chinês, o modelo mais novo da frota.

A concessionária acrescentou que o fato de um trem ter circulado, mesmo lentamente, pela linha férrea foi inadmissível e afirmou que isso não deve acontecer. "Pela primeira vez nos defrontamos com a situação em que um maquinista, intimidado e ameaçado por minorias radicais armadas de paus e pedras, não parou o trem, certamente para proteger os passageiros. Isso nos obriga a reforçar os treinamentos dos nossos integrantes, inclusive para também melhorar o atendimento aos passageiros em situações de emergência como a de hoje", garantiu em nota.

As seis composições foram encaminhadas para a oficina.

Você pode gostar