Trem passa por vistoria, fica parado 20 minutos e irrita passageiros em Anchieta

A mesma composição voltou a ter problemas em Deodoro e foi retirada de circulação. SuperVia negou atrasos no ramal Japeri

Por O Dia

Rio - Um mesmo trem do ramal Japeri, que seguia no sentido Central do Brasil, apresentou problemas duas vezes na manhã desta quarta-feira. De acordo com a SuperVia, a composição passou por vistoria após defeito no sistema de ar na estação Anchieta por volta de 6h40, ficou parada 20 minutos e depois seguiu viagem.

Em Deodoro, o trem parou novamente com o mesmo problema e foi retirado de circulação, às 7h30. Passageiros desembarcaram e esperaram por mais 10 minutos até uma nova composição chegar para seguir viagem. De acordo com a SuperVia, não houve atrasos no ramal Japeri, uma vez que neste horário o intervalo entre as compoisções varia entre 15 a 20 minutos. No trajeto entre Anchieta e Deodoro, relativamente pequeno, o trem levou quase uma hora.

Mas no Twitter, seguidores de O DIA 24 Horas reclamaram do serviço da concessionária. "Pagamos para ter isso", disse Robson Leandro (@robsonaln). Luiz Ricardo (@luiz_3105) mandou um recado para a equipe de O DIA 24 Horas: "@odia24horas informa ai que @SuperVia_trens não tem jeito o trem do ramal Japeri está a 15 minutos parado na estação Anchieta!!!".

Esse é o terceiro dia de transtornos no ramal Japeri. Ontem, usuários da SuperVia enviaram reclamações para O DIA 24 HORAS (@odia24horas) relatando atrasos nas viagens. Segundo o seguidor Cassio Lyra Alves (@Cassiolyra), um trem apresentou problema na estação Anchieta.

Estação Anchieta superlotada após atraso no ramal Japeri, nesta terça-feiraLeitora %40Cassiolyra

Na segunda-feira, um trem apresentou defeito no pantógrafo, equipamento que faz a ligação entre a composição e a rede aérea, na Estação São Cristóvão. De acordo com a SuperVia, os passageiros desembarcaram na plataforma da estação e seguiram viagem em outra composição. Segundo o concessionária, houve atrasos porque os trens precisavam aguardar ordem de circulação para seguir viagem. O trem com avaria foi retirado de circulação.

Mais tarde, por volta do meio-dia, uma composição do ramal Deodoro apresentou problemas na tração quando passava pela estação São Francisco Xavier, no sentido Central do Brasil.

Segundo a empresa, os passageiros desembarcaram na estação e seguiram viagem em outras duas composições que passaram às 12h08 e 12h26. Ainda de acordo com a SuperVia, não houve atraso.

Felipe Freitas (@freitas_113) usou o Twitter para reclamar de atrasos nos ramais de Saracuruna e Gramacho, conforme aviso colocado na Estação Penha Circular por funcionários da SuperVia. A concessionária foi procurada para falar do possível atraso, mas não se pronunciou.

Aumento no número de passageiros

Desde a segunda-feira, no primeiro dia útil de fechamento do Elevado da Perimetral, a SuperVia registrou aumento no número de passageiros. Na segunda-feira, o serviço teve 30 mil usuários a mais. Ontem, o aumento foi de 33 mil.

Em média, a SuperVia recebe 570 mil passageiros diariamente. A concessionária informou que intensificou o número de viagens para suprir a demanda maior de passageiros e que, por dia, oferta 1 milhão e 358.260 lugares, num total de 832 viagens.

Um planejamento especial foi montado com trens extras e expressos em todos os ramais. Uma composição parte da estação Gramacho com destino à Central do Brasil, às 6h12, e outra composição segue da estação São Cristóvão, sentido Gramacho, às 17h24. Também em São Cristóvão, são oferecidos os serviços para o ramal Japeri às 17h44 e 18h04, além de mais um trem, às 18h12, para Gramacho. Para o ramal Belford Roxo, no período da manhã, às 6h30 e às 7h, duas composições fazem o trajeto Belford Roxo - Central do Brasil. À noite, nos horários de 18h15 e 18h50, outros dois trens realizam o percurso inverso.

?Edição: Adriano Araújo

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas