Por adriano.araujo

Rio - Foi iniciada na manhã desta sexta-feira uma campanha de educação no trânsito na Avenida Presidente Vargas. No dia 14 de outubro, a via recebeu uma faixa reversível em direção à Candelária e desde então pelo menos nove pessoas foram atropeladas na via. A última vítima foi acidentada no dia em que a reversível completou um mês.

Atores abordaram através de ações lúdicas e irreverentes o respeito à sinalização, incentivando à travessia na faixa de pedestres. Entre as ações propostas estão encenações teatrais, mímicas e mensagens educativas. A iniciativa é da Prefeitura do Rio, através da Secretaria Municipal de Transportes e CET-RIo.

A faixa reversível na Presidente Vargas foi uma das medidas para diminuir os impactos no trânsito na Região Portuária e seu entorno após o fechamento do Elevado da Perimetral e implantação do novo sistema de mobilidade urbana do Porto Maravilha. Desde a implantação, campanhas de educação no trânsito com controladores são realizadas, por meio de faixas e mensagens, para conscientizar a população quanto à travessia segura na faixa de pedestres. A faixa reversível funciona das 6h às 11h, de segunda a sexta-feira.

Você pode gostar