Por adriano.araujo, adriano.araujo
Rio - Moradores de Vicente de Carvalho realizam um protesto na Avenida Vicente de Carvalho, na Zona Norte, na manhã desta sexta-feira. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, a pista sentido Irajá está interditada na altura do metrô de Vicente de Carvalho. Motoristas que trafegam naquela região encontram retenção.
De acordo com as primeiras informações, populares estariam protestando contra o estado que ficou a Avenida Vicente de Carvalho, que passa por obras do corredor expresso da Transcarioca, após a chuva que atingiu a região na noite de quinta e durante a madrugada de hoje. A região ficou alagada e cheia de lama.
Publicidade
Seguidora de O DIA 24 Horas no Twitter, "nikkinha1" (@nikkinha1) relatou que a via está com trecho fechado, após o supermercado Mundial até a Avenida Ministro Edgard Romero. Segundo ela, há policiais no local. "Fiz o desvio antes do trecho interditado", disse ela.
Em Brás de Pina, buraco causa transtornos
Publicidade
?Um buraco na Avenida Brás de Pina, na altura da UPA do bairro da Penha, na Zona Norte da cidade, deu um nó no trânsito da região na manhã desta sexta-feira. O local passa por obras da Transcarioca e, após a forte chuva da noite de quinta-feira e madrugada de hoje, a via ficou impraticável.
O problema foi detectado ainda na madrugada, mas equipes da CET-Rio e da Seconserva só chegaram ao local às 7h44, enviadas pelo Centro de Operações Rio, que inicialmente disse desconhecer o problema. Desde as 5h30 o trânsito já era complicado na região. Motoristas voltavam na contra-mão para fugir do engarrafamento. Uma chapa de ferro foi colocada no local para tentar viabilizar o tráfego. Durante toda a madrugada, o Twitter do COR não informou os transtornos causados pela chuva na cidade.
Publicidade
Através do Twitter, muitas pessoas reclamaram do descaso com a região. "1h30 para sair da Pça do Carmo entre R Gonçalves dos Santos e UPA da Penha inacreditável, nosso Rio abandonado! (sic)", desabafou Marta Oliveira (@MartaOliveiraFJ ), seguidora de O DIA 24 Horas.
Mais transtornos na Zona Norte
Publicidade
O trânsito também ficou complicado em outros pontos da cidade por conta dos vários pontos de alagamento ainda existentes após a chuva. Havia um ponto de alagamento na Rua Padre Telêmaco, em Cascadura, na altura da Rua João Romeiro, e também na Rua Clarimundo de Melo, em Água Santa.
Por conta de alagamentos, o Mercadão de Madureira ainda não abriu. O primeiro andar foi tomado pela água, que já abaixou, mas as lojas estão cheias de sujeira e lama. Os comerciantes contam os prejuízos causados pela chuva.