Por adriano.araujo

Rio - O trânsito ficou lento desde o início da manhã desta quarta-feira, na altura dos km 0, 3,5, da RJ-116 (Itaboraí – Nova Friburgo – Macuco), devido a uma manifestação promovida por funcionários que trabalham na obra de construção do Complexo Petroquímico do Estado do Rio (Comperj), em Itaboraí, na Região Metropolitana. Um veículo foi queimado às margens da rodovia, mas ninguém ficou ferido.

Os manifestantes ocuparam, desde às 6 horas da manhã, o acostamento e parte de uma faixa de rolamento da rodovia, na altura do trevo que liga a RJ-104 à RJ-116 e também na rótula de acesso à estrada que leva ao canteiro de obras. Equipes da Concessionária Rota 116 S/A e homens do Batalhão de Polícia Militar de Itaboraí acompanham o protesto. Às 11h45, o trânsito já havia melhorado.

?Obras

Ainda nesta quarta-feira, dois trechos da Rodovia RJ-116 recebem serviço de tapa buraco, o que obriga a adoção do sistema Pare e Siga em alguns períodos, entre os quilômetros zero ao 20, em Itaboraí, e no trecho entre os quilômetros 110 ao 118, no município de Duas Barras. O motorista que circula pelo local deve respeitar o limite de velocidade e as orientações dos operadores de tráfego.

Na altura do quilômetro 54, na Serra dos Três Picos, em Cachoeiras de Macacu, as obras de construção de uma cortina atirantada na lateral da pista de descida, sentido sul, continuam e não atrapalham o trânsito de veículos.

Ainda na serra, na altura do quilômetro 62, a concessionária realiza a construção de um refúgio para os veículos que necessitam de uma parada emergencial. Operários fazem a colocação de paralelepípedos na nova área que fica no sentido sul da rodovia.

Já em Mury, distrito de Nova Friburgo, as obras acontecem na altura do quilômetro 69,9, com o grampeamento do talude existente na lateral da pista sentido Norte para em seguida ser feita a concretagem de toda a encosta. Já no quilômetro 78, em Ponte da Saudade, na entrada de Nova Friburgo, operários trabalham na fase final das obras de restauração dos dispositivos de drenagem e de contenção da encosta, que deverão estar concluídas neste mês de fevereiro.

Nos quilômetros 88,7; 89,3 e 91,2, todas na localidade de Furnas, próximo à terceira praça de pedágio, em Nova Friburgo, as obras são de contenção de encosta e não há interferência no tráfego. No município de Duas Barras, as obras continuam entre os quilômetros 113 ao 115, com a implantação de acostamento e no quilômetro 117,8, com a construção de rede de drenagem de águas pluviais.

Você pode gostar