Agetransp investiga problema em trem da SuperVia em Senador Camará

Mais cedo, trem que seguia de Campo Grande para a Central do Brasil apresentou um problema no pantógrafo. Ramal Santa Cruz opera com atrasos

Por O Dia

Rio - A Agetransp (agência fiscalizadora dos serviços das concessionárias de transporte público do Estado do Rio, como trens, metrô e barcas) disparou nota à imprensa, na manhã desta quinta-feira, informando que está investigando o incidente envolvendo um trem da SuperVia, próximo à estação Senador Camará, na Zona Oeste da cidade.

Devido ao problema na rede aérea, os trens estão circulando com intervalos irregulares no ramal Santa Cruz. Técnicos da Agetransp se deslocaram para o local do incidente e para o Centro de Controle da SuperVia a fim de realizar perícia e averiguar o atendimento aos usuários.

Por volta das 7h40 desta quinta-feira, um trem que seguia de Campo Grande para a Central do Brasil apresentou um problema no pantógrafo, equipamento que liga o trem à rede aérea, quando chegava à estação Senador Camará. Por conta disso, algumas composições precisaram aguardar ordem de circulação, o que gera atrasos no ramal Santa Cruz.

Segundo a SuperVia, os passageiros são avisados do ocorrido pelo sistema de áudio dos trens e das estações. Técnicos da concessionária trabalham para reparar a rede aérea no trecho entre Senador Camará e Santíssimo, no ramal Santa Cruz.

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas