Passageiros de ônibus reclamam de falta de informação no Centro do Rio

Muita gente fica sem saber para onde os ônibus estão seguindo e desembarcam no meio caminho

Por O Dia

Rio - Nesta terça-feira, segundo dia útil após o fechamento do Mergulhão da Praça XV e da implantação de mão dupla para ônibus e táxis na Avenida Rio Branco, o trânsito deu uma leve melhorada em comparação a ontem, mas uma reclamação ainda persiste entre quem utiliza ônibus para chegar ao Centro da cidade: a falta de informação.

Os passageiros reclamam das mudanças dos pontos terminais e da falta de pessoas para informar para onde eles foram deslocados. Muita gente fica sem saber para onde os ônibus estão seguindo e desembarcam no meio caminho.

Foi o caso de Lenilson Urbano, de 23 anos, que veio de Campo Grande e levou 2h10 para chegar ao Centro. Segundo o militar, antes o coletivo fazia ponto final no Terminal Menezes Cortes, mas com as mudanças fez um outro trajeto. Ele preferiu descer na Avenida Rio Branco e seguir a pé até o seu destino.

Passageiros dos ônibus que circulam no Centro reclamam de falta de informaçãoSeverino Silva / Agência O Dia

Trânsito apresenta congestionamento em alguns pontos

Motoristas e passageiros dos ônibus enfrentam congestionamentos no segundo dia útil de mudanças no trânsito no Centro do Rio, na manhã desta terça-feira. A pista lateral da Avenida Presidente Vargas, que ficou parada durante toda a manhã de ontem, com reflexos nas avenidas Francisco Bicalho e Brasil, hoje apresentou melhora. Os ônibus estão podendo seguir pela pista central, sendo desviados para a Avenida Rio Branco por agentes da CET-Rio no local, o que desafogou o tráfego na outra pista.

A Avenida Rio Branco tem tráfego lento em ambos os sentidos, no trecho entre a Presidente Vargas e Aterro do Flamengo. Quem segue pela Avenida Presidente Vargas, sentido Candelária, encontra trânsito intenso em toda a extensão, com maior lentidão da Cidade Nova à Praça Onze e da Uruguaiana até a Rio Branco. O mesmo panorama é na Avenida Passos, que é o último acesso para a Lapa e a Glória para quem vem da Avenida Presidente Vargas. É grande o tráfego de veículos na Praça Tiradentes e na Avenida República do Paraguai para quem segue em direção à Zona Sul.

Trânsito fica congestionado no Trevo das Forças Armadas%2C na chegada à Avenida Presidente VargasPaulo Carneiro / Agência O Dia

Na Avenida Francisco Bicalho, há retenção ao longo da via, assim como no Trevo das Forças Armadas. Motoristas também encontram lentidão na Via Binário somente na chegada ao túnel da Saúde e Avenida Venezuela, sendo esta uma boa opção para fugir da Presidente Vargas. A Avenida Rodrigues Alves está com trânsito bom, mas a Av Venezuela tem trânsito intenso. A Rua Camerino apresenta fluxo intenso, porém sem pontos de retenção.

A Avenida Brasil foi menos afetada nesta terça-feira com as mudanças no trânsito do Centro. A via não apresentou um congestionamento tão grande quanto o de ontem, que chegou na altura de Olaria. Hoje, o trânsito fica ruim na Avenida Brasil somente após a saída da Ponte Rio-Niterói, já na chegada à Região Portuária.

Trânsito apresenta retenção no segundo dia útil de mudanças no CentroSeverino Silva / Agência O Dia

Metrô bate recorde de passageiros 

O MetrôRio divulgou em nota, nesta terça-feira, que durante todo o dia de segunda, foi batido o recorde transportando 803.400 passageiros. O horário de pico foi estendido, o que ampliou a oferta para em torno de 40 mil lugares diários, sendo 10 mil por linha/sentido, e houve um reforço de 10% na frota dos ônibus do serviço Metrô Na Superfície.



Últimas de _legado_O Dia 24 Horas