Por bianca.lobianco

Rio - Após quase cinco horas, a Avenida das Américas foi completamente liberada ao tráfego, às 11h49 da manhã desta quinta-feira, informou o Cento de Operações da Prefeitura do Rio. Por volta das 7h30, um protesto fechou a via, na altura da Estação do BRT Mato Alto, em Guaratiba, e interrompeu a circulação do Transoeste nos dois sentidos. O trânsito ainda apresentava retenções em toda a região, no início desta tarde. A avenida ficou fechada por 4h20.

>>>GALERIA: Protesto para o trânsito, interrompe BRT e acaba em confronto com a PM

Um grupo, formado por pelo menos 100 pessoas, impediu a passagem dos veículos articulados e de outros veículos que usam a pista comum da Avenida das Américas. De acordo com uma passageira, que estava na estação esperando um ônibus do corredor, os manifestantes estavam impedindo a passagem dos 'ligeirões'. O protesto, contra a superlotação e atrasos no sistema, terminou em confronto com a PM. Nenhum ônibus e a estação Mato Alto foram danificados durante o protesto pacífico de passageiros.

Passageiros fazem protesto pacífico na Avenida das AméricasSeverino Silva / Agência O Dia

Procurado, o consórcio BRT Transoeste informou que enviou equipes para negociar com os manifestantes, mas que as mesmas tiveram dificuldades para chegar ao local por conta do trânsito. No Twitter, o BRT informou que "os intervalos estavam regulares até ocorrer a manifestação". Devido ao bloqueio, uma enorme fila de ônibus articulados se formou na via e passageiros foram obrigados a descer no local. Outros ficaram presos dentro dos veículos que estavam parados no trânsito.

Pelo menos 135 mil passageiros, número diário recebido no corredor expresso, foram prejudicados com a interrupção da circulação durante esta manhã. Ao todo, a frota do corredor Transoeste conta com 103 ônibus articulados e 25 não articulados.

Passageiros protestam na Avenida das AméricasSeverino Silva / Agência O Dia

Durante a interdição, outros veículos que usam a pista comum da Avenida das Américas foram desviados para a Estrada da Matriz, no sentido Pedra de Guaratiba. A CET-Rio esteve no local orientando o trânsito. Além do tráfego complicado na região, houve reflexos na Estrada da Capoeira Grande e na Estrada do Magarça, em Guaratiba, no sentido Barra da Tijuca. A interdição também afetou os bairros de Sepetiba, Guaratiba, Pedra de Guaratiba e Santa Cruz.

Você pode gostar