Por paulo.gomes

Rio - A previsão de fortes pancadas de chuva para a madrugada permanecerá durante toda o dia, nesta segunda-feira. É o que garante o Centro de Operações da Prefeitura do Rio. Segundo o órgão, uma frente fria chegou ao município pelo Sul do estado, transportando grande quantidade de umidade do mar e podendo provocar chuva por um longo período de tempo. Este cenário deve se prolongar ao longo da segunda e terça-feira.

CHUVA FORTE

Na última hora, entre as 8h e às 9h, houve registro de chuva moderada nas estações pluviométricas Jacarepaguá/Tanque (11,8mm), Saúde (7,4mm) e Tijuca/Muda (7,0mm). Também foi registrada chuva forte, entre 9h45 e 10h, no Grajaú (7,8mm) e moderada em São Cristóvão (4,4mm) e Jacarepaguá/Tanque (4,2mm).

O Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção nesta segunda-feira%2C por causa da passagem de uma frente fria que provoca chuva moderadaAlessandro Costa / Agência O Dia

BOLSÃO D'ÁGUA

Segundo o Centro de Operações Rio, há acúmulo de água na Rua Vidal de Negreiros, altura da Rua da América. Agentes da Porto Novo atuam no local. Ainda no Centro, motoristas encontram bolsão d'água na esquina da Av. Cidade de Lima com Rua Cordeiro da Graça, onde agentes da Porto Novo atuam no momento. No Santo Cristo, há acúmulo de água na Av. Prof. Pereira Reis com Av. Rodrigues Alves e na rotatória do Santo Cristo, altura da Praça do Santo Cristo.

AEROPORTO FECHADO

Segundo a Infraero, o Aeroporto Santos Dumont está fechado para pouso devido ao mau tempo e opera com o auxílio de instrumentos para decolagem. O Aeroporto Internacional Tom Jobim opera no visual para pousou e decolagens.

ESTÁGIO DE ATENÇÃO

Às 7h40, o município entrou em Estágio de Atenção. Segundo nível em uma escala de quatro, este estágio indica a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

Ainda de acordo com o Centro de Operações, para o verão de 2013 e 2014, a Prefeitura mapeou os principais pontos de alagamentos na cidade, o que facilita a aplicação de planos de contingência nos casos de interdições de vias e reduz o tempo de resposta das equipes. Desde então, estas informações estão integradas ao sistema de dados geolocalizados do Centro de Operações e são utilizadas nas operações contra os impactos das chuvas na cidade.

De acordo com o Alerta Rio, foi registrada chuva moderada, entre as 7h e as 8h desta segunda-feira,na Tijuca (8,4mm), São Cristóvão (7,0mm) e Saúde (5,4mm). Além disso, outros bairros da cidade tiveram registro de chuva forte, às 7h15, como Tijuca/Muda (7,8mm) e Campo Grande (8,2mm), na estação pluviométrica da Avenida Brasil, altura da Estrada do Mendanha.

Os cariocas enfrentaram diversos bolsões d'água nesta segunda-feiraSeguidor %40FTonioli

RISCO DE TRANSBORDAMENTO

Às 8h26, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) divulgou o município de Nova Friburgo, na Região Serrana, está em Estágio de Alerta de Transbordamento, com risco de transbordo do Rio Bengalas, em função da ocorrência de chuvas intensas.

Ainda na Região Serrana, de acordo com o órgão, Petrópolis, Teresópolis e Bom Jardim estão em Estágio de Atenção. Também estão na mesma situação os municípios da Baixada Fluminense e Angra dos Reis, no Sul do estado.

AVISO DE RESSACA

Para agravar, nesta madrugada houve maré alta (às 2h06) e o Centro de Hidrografia da Marinha emitiu um alerta de ressaca, no período entre as 9h desta segunda e as 9h de quarta-feira, o que, segundo o Centro de Operações, reduz significativamente a capacidade de escoamento das águas das chuvas e facilita a formação de bolsões d’água nas vias.

Equipes da Comlurb, Secretaria Municipal de Conservação, CET-Rio e Guarda Municipal foram reforçadas e estão de prontidão para agilizar as ações de resposta a possíveis transtornos, garantiu a Prefeitura do Rio. Além disso, a Defesa Civil mobilizou equipes que atuam preventivamente nas áreas com risco de deslizamento, uma vez que existe a possibilidade de que o sistema de alerta de sirenes seja acionado.

De acordo com o Centro de Operações, os dirigentes dos órgãos municipais envolvidos em ações contra os impactos das chuvas estão em alerta e os meteorologistas do Alerta Rio acompanham em tempo real o deslocamento desta frente fria em direção à cidade.

RECOMENDAÇÕES

A Prefeitura recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas:

- Permaneça ou procure um local seguro. Evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos.
- Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;
- Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.
- Redobre atenção ao dirigir. Em caso de chuva, as pistas ficam escorregadias e podem conter bolsões d’água. Mantenha os faróis acesos.
- Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas.
- Evite colocar o lixo nos pontos de coleta. A água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias.
- Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação.
- Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros), 199 (Defesa Civil) ou 1746 (Central de Atendimento da Prefeitura).

Você pode gostar