Por adriano.araujo

Rio - Dois vazamentos de água vêm causando transtornos nas zonas Norte e Oeste da cidade, desde a manhã de terça-feira. Em alguns bairros, por exemplo, a população sofre com a interrupção no fornecimento de água. Em outros, além do enorme algamento, o trânsito foi afetado.

O rompimento de uma tubulação na Freguesia, em Jacarepaguá, na Zona Oeste, formou, na manhã desta quarta-feira, um enorme chafariz na Estrada dos Três Rios, na esquina com a Estrada do Bananal, por volta das 6h. Segundo a Cedae, o rompimento foi provocado por uma empresa a serviço da CEG. Pelo WhatsApp O DIA (98762-8248), o leitor Andre Ricardo enviou um vídeo que mostra a proporção do vazamento d'água em Jacarepaguá.

A companhia de gás explicou que realiza uma obra de construção de rede no local e que, ontem à tarde, atingiu "acidentalmente" a rede da Cedae, mas que o problema se agravou hoje pela manhã. Segundo a CEG, "imediatamente", a companhia de água foi notificada. No entanto, a Cedae afirma que não foi notificada oficialmente pela companhia de gás e que só foi ficar sabendo do incidente hoje, por volta das 6h.

A CEG disse que mantém equipes no local e que aguarda a conclusão do reparo na rede de água para dar continuidade à obra. Em nota, a Cedae confirmou que enviou uma equipe até a Estrada dos Três Rios, nesta manhã, e que o reparo já foi feito.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, uma faixa de rolamento da Estrada dos Três Rios, na altura da Estrada do Bananal, ficou interditada ao tráfego nesta manhã. O trânsito ficou lento na região.

Tubulação é atingida por obra da Transcarioca e bairros ficam sem água

Moradores do Tanque, Taquara, Praça Seca e das comunidades do Mato Alto e Covanca tiveram o fornecimento de água interrompido, nesta quarta-feira, depois que uma tubulação de água de 600 milímetros de diâmetro foi atingida, no fim da manhã desta terça-feira, por máquinas da empreiteira Andrade Gutierrez, que trabalham nas obras do BRT Transcarioca, na Rua Albano, na Praça Seca, Zona Oeste da cidade. No local, um enorme vazamento se formou.

Segundo a Cedae, equipes da companhia retiraram a tubulação de carga, encerrando o vazamento, porém, os reparos deverão ser concluídos até o final da tarde desta quarta-feira.

Ainda de acordo com a concessionária, o fornecimento de água será restabelecido imediatamente após a conclusão do reparo, mas ruas localizadas na “ponta” do sistema ou em locais mais altos podem levar até 48 horas para ter o abastecimento completamente normalizado.

A companhia pediu que moradores dos bairros do Tanque, Taquara, Praça Seca e das comunidades do Mato Alto e Covanca evitem desperdiçar água e reprogramem serviços não essenciais, como lavar automóveis. De acordo com a Cedae, todos os custos do reparo serão cobrados posteriormente da empreiteira.

Você pode gostar