Vazamento de duto deixa Rio das Pedras sem água

Itanhagá e bairros vizinhos podem ficar sem abastecimento até domingo a noite

Por O Dia

‘Chafariz’ deixou alagado trecho da Avenida Engenheiro Souza Filho. Abastecimento foi interrompido às 11hCarlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

Rio - Uma tubulação da Cedae vazou na manhã desta sexta-feir, em Rio das Pedras, na Zona Oeste. O ‘chafariz’ deixou alagado trecho da Avenida Engenheiro Souza Filho e o abastecimento de água foi interrompido na comunidade por volta das 11h. As adjacências do Itanhangá podem ficar sem água até domingo a noite.

Segundo a Cedae, ainda não é possível precisar o motivo do defeito do duto de 600 milímetros de diâmetro, mas tudo indica que a variação brusca de pressão tenha sobrecarregado o sistema, que não suportou e cedeu. A companhia afirma que as manutenções estão em dia e que esse problema pode acontecer mesmo em dutos novos.

Por volta das 17h, a tubulação já havia sido substituída, mas o reparo se estendeu pela noite. A regularização total no abastecimento deve ocorrer até a noite de domingo.

Semana de problemas

Esse é o terceiro vazamento na Zona Oeste em quatro dias. Na terça-feira, uma das máquinas que trabalha nas obras do BRT, na Praça Seca, provocou o alagamento na Rua Albano. Quarta-feira, o problema se repetiu na Freguesia, na esquina da Estrada do Bananal com a Estrada dos Três Rios. Desta vez, a obra da Transcarioca foi a causadora.

O presidente da Associação de Moradores e Amigos de Rio das Pedras (Amarp), Fabrício dos Santos, informou que a comunidade ficou sem água desde a manhã de ontem, situação que se estendia até o fim da tarde. “Lamentamos a falta d’água, mas já estamos acostumados. Por mês chegamos a ficar sem água três, quatro vezes”, comenta Fabrício.

Ele reclama da falta de estrutura da rede de águas da comunidade e diz que o desperdício é uma rotina.
“Às vezes, o problema é dentro da comunidade mesmo. Já sugeri à Cedae que fizesse um programa com os moradores para conscientizar sobre o desperdício, pois falta essa cultura de poupar por aqui”, comenta o presidente da Amarp.

A Cedae afirma que todo ano, antes do início do verão, faz manutenção em sua rede e que recentemente assinou contrato para agilizar a substituição de 100% da rede antiga.

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas