Por adriano.araujo

Rio - A frota de ônibus circulando pelas ruas do Rio voltou a subir na tarde desta terça-feira. O número de coletivos nas ruas agora chega a 18%. No início da manhã o número era de 10% e chegou a 16% às 10h, de acordo com a Secretaria Municipal de Transportes. A categoria paralisou grande parte da circulação às 0h, causando transtornos a muitos trabalhadores.

>>> GALERIA: Nova paralisação dos ônibus atrapalha a vida do carioca

De acordo com o Rio Ônibus%2C mais de 70 coletivos foram danificados nesta terça-feiraSeverino Silva / Agência O Dia

A previsão do fim da greve é somente às 23h59 de quarta-feira. Como a paralisação foi anunciada na tarde de segunda-feira, muita gente se programou e o caos foi menor comparado à paralisação da última quinta-feira. A frota do Rio é formada por 8,8 mil ônibus, de acordo com a secretaria. Portanto, o número de ônibus circulando atualmente na cidade é de 1.584. A Secretaria de Transportes espera que com o aumento da frota a volta para casa na tarde de hoje seja mais tranquila.

>>> LEIA: Mais de 70 ônibus foram danificados nesta terça, diz sindicato das empresas

Poucos ônibus nas ruas do Rio de Janeiro

Excepcionalmente hoje, os carros que trafegarem na faixa seletiva da Avenida Brasil e pelos corredores BRS da cidade não serão multados. Na Zona Oeste, 10 ônibus da Auto Viação Jabour foram depredados, de acordo com a Rio Ônibus. Para tentar minimizar os impactos à população carioca, a Prefeitura do Rio montou um plano de contingência, junto às concessionárias CCR Barcas, MetrôRio e SuperVia.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, foram priorizados os ônibus que fazem ligações com outros modais, como linhas de ônibus intermunicipais, trem, barcas e metrô. Além disso, também foram priorizadas linhas essenciais para o deslocamento da população em áreas não atendidas por outros meios de transportes.

>>> LEIA MAIS: Onze pessoas são presas tentando impedir circulação

Passageiros de ônibus tiveram dificuldades nesta terça-feiraFoto%3A Osvaldo Praddo

"Estamos priorizando as linhas que fazem a integração com trem e metrô, que estão com o horário de pico antecipado desde cedo e fazendo intervalos mínimos ao longo de todo o dia. Os poucos ônibus que estão circulando hoje estão selecionados para trabalhar em linhas de integração", disse o secretário Alexandre Sansão.

SuperVia

Foi antecipado o início da operação no horário do pico da manhã em 90 minutos. Ou seja, as 4h30 a Supervia começou a operar com capacidade máxima, reduzindo o intervalo entre as composições. No entanto, segundo a concessionária, os trens já estão circulando desde as 4h.

Houve reforço na operação dos trens especiais, com partidas de Bangu, Campo Grande, Deodoro e Madureira. De acordo com a concessionária, haverá prolongamento da operação no horário do pico da tarde, em função da demanda.

Metrô

O início da operação no horário do pico da manhã também foi antecipado no metrô em 60 minutos. Desde as 5h30, o Metrô Rio opera com capacidade máxima, reduzindo o intervalo entre as composições. Os trens da concessionária começaram a circular às 5h.

Assim como nos trens, no metrô haverá prolongamento da operação no horário do pico da tarde, em função da demanda.

Barcas

Na Ilha do Governador, no trajeto Cocotá–Praça XV, foi antecipada a operação no horário do pico da manhã em 30 minutos, reduzindo o intervalo entre as embarcações. As partidas começaram às 6h30, segundo a concessionária. Até as 9h30, cerca de 3,8 mil passageiros haviam sido transportados no trajeto.

Estão previstos aumento da oferta de lugares, com partidas simultâneas e?ou embarcações de maior capacidade; e extensão da operação no horário do pico da tarde, com antecipação e prolongamento em 60 minutos nas partidas para a Praça XV.

BRT Transoeste

Segundo Prefeitura, cerca de 20% da frota de ônibus está circulando entre as estações Alvorada e Santa Cruz. Por medida de segurança, está suspensa a circulação no eixo da Avenida Cesário de Melo, no trecho entre as estações Santa Cruz e Campo Grande. Por volta das 9h, a frota já circulava com 40% dos ônibus no BRT.

Você pode gostar