Por ramon.tadeu

Rio - Com um investimento em torno de R$ 12 milhões, o Colégio Estadual São João será inaugurado amanhã, em Queimados. A nova escola tem capacidade para 1,8 mil alunos e atende os padrões de acessibilidade. A cerimônia de inauguração começa às 10h, na sede da unidade, no bairro Parque Santiago, e vai contar com a presença do governador do estado, Luiz Fernando Pezão e do prefeito do município de Queimados, Max Lemos.

O local conta com cinco mil metros quadrados de área construída, 36 salas de aula, além de auditório e laboratórios de informática e física. No térreo, haverá pátio coberto, área de convivência, sanitário para alunos, professores, funcionários e salas de administração, de direção e de reunião, secretaria, copa, cozinha e refeitório para 180 lugares.

No segundo pavimento, um auditório para 137 lugares, sala de artes, laboratórios de ciências e informática, biblioteca, grêmio estudantil e sanitários para alunos. Já no terceiro serão oito salas de aula, sala de reunião e sanitários para alunos. E no quarto andar haverá as mesmas dependências do terceiro.

De acordo com o prefeito Max Lemos, o colégio é a unidade de ensino médio mais moderna da Baixada Fluminense e irá fornecer a qualificação técnica a partir de 2015. “Para que pudéssemos demolir a edificação antiga e construir a nova escola, precisamos comprar uma unidade para não deixar os alunos sem estudar. Agora, vamos entregar para a população a uma escola técnica no ano que vem. Nos próximos meses, vamos inaugurar três creches", disse Max Lemos.

Uma das fundadoras da instituição, a merendeira aposentada Rosalena Oliveira de Souza, 76, comemora a transformação do seu segundo lar. “Chorei muito quando demoliram parte da minha história de vida. Mas, hoje estou muito feliz por ver minha segunda casa totalmente transformada e linda do jeito que está. Vou ver os meus netos, que estão cursando o terceiro ano do ensino médio, usufruindo dessa moderna estrutura que foi montada. Atuei como merendeira e zeladora desta escola por 33 anos. Espero que daqui saiam muitos profissionais qualificados”, disse Rosalena.

Você pode gostar