Por adriano.araujo

Rio - A imprudência de dezenas de pessoas chamou a atenção durante a primeira viagem do BRT Transcarioca aberta à população, na manhã desta segunda-feira. Pedestres foram flagrados atravessando fora da faixa, ignorando os sinais de trânsito e os avisos colocados ao longo do corredor.

Na Estrada dos Bandeirantes, uma situação inusitada: um homem fazia embaixadinhas na pista exclusiva pouco antes de um ônibus articulado cruzar a via. Uma mulher, com um carrinho de bebê, foi vista andando na faixa do BRT, na Avenida Salvador Allende.

"Esclarecer, esclarecer e esclarecer. É isso o que nós podemos fazer. Nós sinalizamos com placas e faixas, e instalamos a grade de proteção. A população tem que mudar de hábito. Isso é cultural", afirmou Alexandre Sansão, secretário municipal de Transportes.

>>> GALERIA: BRT Transcarioca começa a funcionar e pedestres se arriscam

BRT Transcarioca começa a funcionar no trecho entre o Terminal Alvorada e o TanqueFoto%3A Alessandro Costa / Agência O Dia

Apesar da grade, a equipe de reportagem do DIA flagrou uma senhora que se espremeu entre a plataforma e a cerca para atravessar fora da faixa de pedestres.

Como, entre a Barra e o Tanque, o BRT Transcarioca passa próximo a 21 escolas da região, o subprefeito da Barra e de Jacarepaguá, Alex Costa, informou que está sendo desenvolvido um trabalho com alunos do Ensino Fundamental. "Há dez dias começamos a mobilizar as escolas para que conscientizem os alunos sobre a importância de não atravessar em local inapropriado. Estamos em parceria com agentes de trânsito e guardas municipais. Vamos fazer uma gincana sobre regras de trânsito para pedestres e motoristas, e distribuir prêmios para as crianças que acertarem as respostas".

Primeira viagem durou 50 minutos

O primeiro BRT saiu pontualmente às 10h do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, em direção à Estação Tanque, em Jacarepaguá, numa viagem que durou 50 minutos. Nesta fase inicial, apenas 19 estações funcionarão, de 10h às 15h, sem data para estender o serviço para o horário de pico. Também não há previsão de quando deixarão de circular as linhas convencionais que fazem itinerário semelhante ao do BRT. O veículo articulado parou em todas as plataformas de embarque, e passageiros aprovaram o conforto. Mas também houve reclamações e registro de imprudências ao longo do percurso.

A aposentada Ruth Cabral, de 59 anos, criticou o fato de algumas estações ainda estarem sem nome, caso das plataformas André Rocha, Aracy Cabral e Merck. Como o aviso sonoro alertando sobre a chegada às estações ainda não foi instalado, Ruth ficou confusa sobre em que ponto deveria saltar, na Taquara. O Consórcio BRT explicou que as nomenclaturas e o aviso por áudio - em inglês e português - devem ser implementados até o fim desta semana. O informe sonoro será feito por Iris Lettieri, famosa pela locução dos voos do Aeroporto Internacional Tom Jobim - o serviço semidireto do BRT Transcarioca, do Galeão, na Ilha do Governador, até a Barra, começa a operar quarta-feira, das 5h às 23h.

Na primeira viagem aberta à população, 60 pessoas, todas sentadas, embarcaram no ônibus (com capacidade para 180 passageiros), no Terminal Alvorada. Como o número de usuários aumentou ao longo do itinerário, cerca de 30 passageiros estavam em pé quando o veículo chegou ao Tanque.

De acordo com o consórcio do BRT, 16 ônibus paradores percorrem o trajeto que passa pelas seguintes vias: Avenida Ayrton Senna, Avenida Abelardo Bueno, Estrada Coronel Pedro Correa, Estrada dos Bandeirantes e Avenida Nelson Cardoso.

Seis motociclistas são presos por trafegarem na faixa exclusiva do Transcarioca

Seis condutores foram presos nesta manhã por agentes da Secretaria Municipal da Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal por trafegarem na faixa exclusiva do BRT Transcarioca, na altura de Jacarepaguá, na Zona Oeste. Um não tinha habilitação, e os outros estavam com as placas da motos adulteradas.

Sem equipamento de segurança, uma criança era levada na garupa por um dos homens detidos. Eles foram encaminhados para a 28ª DP (Campinho). Dois automóveis também foram multados por usarem as faixas exclusivas.

"A fiscalização permanecerá orientando e punindo, se necessário, àqueles que insistirem em desrespeitar as faixas exclusivas do BRT. É preciso a consciência de todos com relação à sinalização e regras de trânsito na região para evitarmos acidentes. O poder público está fazendo a sua parte que é conscientizar e fiscalizar. É preciso que a população faça a sua, respeitando as regras e a sinalização. O BRT é um novo modal que tem como principal objetivo beneficiar as pessoas, reduzindo substancialmente o tempo do trajeto da Barra ao Galeão", diz o secretário da Ordem Pública, Leandro Matieli.

Você pode gostar