Por tiago.frederico

Rio - Dois acidentes complicaram o tráfego na Ponte Rio-Niterói, na manhã desta terça-feira. O motorista que saía da Região Metropolitana do Rio, às 7h, em direção à capital fluminense perdia aproximadamente 35 minutos para atravessar a via, segundo a CCR, em função das retenções, que começavam nos acessos e seguiam até o Vão Central.

No primeiro episódio, por volta das 7h, um motociclista caiu na pista, na altura da Reta do Cais, e houve interdição de uma faixa. Ele foi levado com ferimentos leves para o Hospital Estadual Azevedo Lima, no Fonseca, em Niterói. O tráfego foi totalmente liberado neste trecho às 7h23.

O segundo acidente envolveu um carro de passeio. O motorista perdeu o controle da direção e colidiu contra a mureta de proteção da Ponte. Ele foi levado com ferimentos leves para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio.

Congestionamento na Alameda São Boaventura%2C em Niterói%2C sentido Ponte%2C na manhã desta terça-feiraSeguidor %40Prcost

Por volta das 9h, o trânsito já estava totalmente liberado na Ponte Rio-Niterói e motoristas encontravam retenções apenas no trecho entre a Reta do Cais e a saída da via para o Viaduto do Gasômetro. O tempo de travessia era de 20 minutos.

Seis quilômetros de São Gonçalo até a Ponte

Motoristas que saíam de São Gonçalo, em direção à Ponte Rio-Niterói, por volta das 9h05, encontravam seis quilômetros de congestionamento. De acordo com a Autopista Fluminense, a pista sentido Niterói da BR-101 tinha lentidão do km 315 ao km 321, entre as regiões de São Gonçalo e da Avenida do Contorno, devido ao excesso de veículos na chegada a Niterói.

Você pode gostar