Por tiago.frederico
Publicado 04/11/2014 15:00 | Atualizado 04/11/2014 16:31

Rio - A Prefeitura do Rio anunciou, na manhã desta terça-feira, o calendário de intervenções no trânsito do Centro e da Região Portuária para as obras de implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), que irá ligar a Região Portuária ao Centro do Rio, além de outras novidades do projeto Porto Maravilha. Entre as alterações estão as próximas etapas de interdição da Avenida Rio Branco e o fechamento definitivo do Terminal da Misericórdia.

"Já venho avisando há algum tempo que não teremos vida fácil nesses últimos três anos, devido à grande intervenção que começamos, desde a demolição do Elevado da Perimetral. 2015 será um ano ainda mais complexo, em função das obras do VLT, das obras de infraestrutura do Porto Maravilha e do Transbrasil", anunciou o prefeito Eduardo Paes. 

"É necessário que a população saiba que são mudanças que visam estruturar um Centro abandonado. Elas mudam a lógica do trânsito, afetam a mobilidade e exigem um conjunto de restrições e paciência, por parte da população. Cabe à Prefeitura incentivar o uso do transporte público", disse o prefeito.

O prefeito Eduardo Paes durante coletiva de imprensa nesta terça-feira. Ao fundo%2C o secretário municipal de Transportes%2C Alexandre SansãoLevy Ribeiro / Agência O Dia

A partir de 15 de novembro, três das cinco faixas da Avenida Rio Branco serão interditadas, no trecho entre a Rua Visconde de Inhaúma e a Avenida Presidente Vargas. A etapa seguinte será em 29 de novembro, quando a via será parcialmente interditada, entre a Avenida Presidente Vargas e a Cinelândia. No dia 23, as atividades do Terminal da Misericórdia serão redistribuídas para conclusão da revitalização da frente marítima do Centro, com a criação da nova Praça da Misericórdia.

De acordo com a Prefeitura do Rio, as intervenções marcam o avanço do projeto de mobilidade urbana, modernização do transporte e revitalização do Centro. A previsão é a de que os trabalhos na Avenida Rio Branco sejam concluídos em um ano.

Alteração do itinerário dos ônibus

"Com a desativação do Terminal da Misericórdia, tínhamos programado para sábado as mudanças dos pontos finais de 27 linhas ônibus, que seriam transferidas da Avenida Chile para a Avenida Presdidente Vargas, mas cometemos uma falha, pois teremos provas do Enem neste fim de semana. Logo, programamos para o próximo dia 15 de novembro", explicou Eduardo Paes.

Leia: Mudanças na circulação de ônibus no Centro acontecem só a partir do dia 15

Ao todo, 62 linhas intermunicipais e 27 municipais serão divididas em pontos finais na Avenida Presidente Vargas, na Rua Acre e na Rua Camerino. Na mesma ocasião, linhas que param atualmente na Avenida Rio Branco, entre a Avenida Presidente Vargas e a Rua Visconde de Inhaúma terão ponto final transferido para a Rua Visconde de Inhaúma, entre as ruas da Candelária e da Quitanda, antecipando o fechamento do dia 15 de novembro.

Rio Branco exclusiva para ônibus

No dia 29 de novembro, a pista da Avenida Rio Branco no trecho entre a Avenida Presidente Vargas e a Avenida Beira-Mar no sentido Candelária também será parcialmente interditada. O tráfego nesta via, hoje composto por ônibus das linhas municipais, será desviado para a Avenida Presidente Antônio Carlos e para a Rua Primeiro de Março.

No sentido oposto, em direção ao Aterro do Flamengo, será interditada a faixa central, hoje utilizada por táxis, e as duas faixas reservadas à circulação de ônibus serão mantidas. Com esta mudança, a Avenida Rio Branco passará a funcionar exclusivamente para ônibus do sistema municipal, com duas faixas em direção ao aterro.

"Apenas ônibus terão liberação de tráfego na Avenida Rio Branco. Ainda estamos estudando a questão dos táxis, mas provavelmente eles não poderão passar por lá. Essa fase irá impactar fortemente a Rio Branco", explicou Eduardo Paes.

Próximo aos cruzamentos, como por exemplo, nas avenidas Presidente Vargas, Almirante Barroso e Rua Evaristo da Veiga, haverá disponibilização de mais uma faixa com o intuito de garantir o giro destes veículos para entrada na Avenida Rio Branco.


Você pode gostar