Protesto de taxistas complica o trânsito no Centro do Rio

Na manhã desta quarta-feira eles também protestaram na Zona Sul do Rio

Por O Dia

Rio - Taxistas saíram em carreata e complicaram o trânsito em algumas vias do Centro do Rio, na tarde desta quarta-feira. Os manifestantes chegaram a parar seus veículos na Praça Irmãos Bernardeli, na altura da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova e fizeram um protesto na Avenida Presidente Vargas, nas pistas sentido Candelária. Por volta de 14h40m, os motoristas seguiram novamente em carreata pelo Elevado 31 de Março, em direção ao Túnel Santa Bárbara. O protesto foi por conta do aplicativo Uber, que cobra um excedente de 5% acima da tarifa do taximetro para transporte em carros de luxo.  

Taxistas fazem passeata pela Zona Sul do RioAlessandro Buzas / Agência O Dia

O grupo chegou a fechar duas faixas da pista lateral e duas da pista central da Avenida Presidente Vargas, sentido Candelária, por cerca de quinze minutos. A via ficou totalmente fechada por cerca de 5 minutos complicando o trânsito na região.

“Nós somos contra o transporte clandestino de passageiros. São carros particulares prestando serviço de táxi, o que a legislação não permite”, disse Edmilson Americano, presidente da Associação Brasileira das Associações e Cooperativas de Táxi, em São Paulo.

Veja a galeria com imagens do protesto na manhã desta quarta-feira Zona Sul do Rio

Devido ao protesto, o trânsito apresentou lentidão na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio. Os reflexos chegaram à Rua Benedito Hipólito, Avenida Francisco Bicalho, no sentido Centro e na Praça da Bandeira.

Já na Praça Irmãos Bernardeli, os táxis foram deixados por cerca de duas horas, o trânsito foi desviado pela Rua Joaquim Palhares. Com isso, também houve reflexos na Avenida Paulo de Frontin. Pela manhã, o grupo passou pelo Aterro do Flamengo e chegou a fechar o Viaduto Engenheiro Noronha, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio.

No iníco da tarde, a assessoria da Secretaria Municipal de Transportes enviou uma nota informando que o secretário, Rafael Picciani, se reunirá na tarde desta quarta-feira com uma comissão formada por representantes dos taxistas a respeito do Uber.  

Sites ajudam a recuperar objetos em táxis

Os serviços da internet para táxis não param de crescer. Graças a sites como “esquecinotaxi.com” e “taxinforme.com”, páginas do Facebook como a “Esqueci no Táxi”, além de aplicativos de celular a exemplo do “99taxi”, usuários têm conseguido recuperar objetos valiosos deixados nos veículos do Rio de Janeiro e em todo o país.

“A maioria dos taxistas devolve os pertences encontrados em seus carros diretamente. Mas agora, com o site, só não devolve quem não quer”, garante o Esquecinotaxi.com. “Já esqueci câmera no táxi algumas vezes e recuperei graças ao site. Adoro o serviço”, elogiou a cinegrafista Renata Aguiar.

Foi através da internet que o taxista encontrou um passageiro e devolveu a mochila que ele havia esquecido em seu táxi. Dentro, estava cada nota dos R$ 6 mil mencionados pelo passageiro em um post na rede social.

Reportagem de Luis Araujo e Caio Barbosa

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas