Por karilayn.areias

Rio - Um semana após o acidente com a barca Vital Brazil, que fazia a travessia Cocotá-Praça XV, a Secretaria de Estado de Transportes (Setrans) informou a que o plano de contingência na Ilha do Governador por conta da paralisação do serviço será mantido nesta sexta-feira. A resolução contraria o prazo, que terminava hoje, estipulado pela secretaria de normalização do serviço. A nova data para a conclusão dos trabalhos de reparo no flutuante do terminal da Ilha do Governador e de reinício da operação passou para segunda-feira. 

LEIA MAIS: Barca se choca contra píer e assusta passageiros

Sem as barcas, moradores da Ilha sofrem com trânsito e poucos ônibus

Desde o acidente, que aconteceu no dia 7 deste mês, os moradores da Ilha tem reclamado do trânsito caótico. "Como não tem barca, as conduções já chegam ao Jardim Guanabara todas lotadas. Nem as vans estavam sendo suficientes para atender a demanda. Esperei mais de 1h30 na fila da van, que estava gigantesca", disse Davson Santana, de 36 anos, morador da Ilha.

Os 732 passageiros que estavam a bordo da embarcação Vital Brazil foram resgatados em duas embarcações enviadas pela Capitania dos Portos%2C no último dia 10Alexandre Brum / Agência O Dia

Resgate dos 732 passageiros

Os 732 passageiros que estavam a bordo da embarcação Vital Brazil foram resgatados, inicialmente, por duas embarcações enviadas pela Capitania dos Portos e pelo Corpo de Bombeiros. Posteriormente, uma terceira embarcação de apoio, com maior capacidade de transporte, da empresa Camorim, foi enviada ao local.

Segundo a Capitania dos Portos, todos os passageiros foram retirados com segurança da Vital Brazil e não houve feridos e nem poluição hídrica.

Você pode gostar