Área de interdição para obras cresce e transtornos na Av. Brasil também

Nova fase de obras vai exigir interdição de 1.200 metros entre a Avenida Paris, em Bonsucesso, e a Passarela 9

Por O Dia

Rio - Os cariocas podem esperar mais transtornos na Avenida Brasil semana que vem. No próximo sábado, as obras do BRT Transbrasil vão ocupar um trecho maior da via, desde a antiga Passarela 2, na altura do Cemitério do Caju, até a Passarela 9, em Ramos. A atual interdição parcial, de 3.750 metros, entre Caju e Bonsucesso, passará a 4.950 metros.

A nova fase de obras vai exigir interdição de 1.200 metros entre a Avenida Paris, em Bonsucesso, e a Passarela 9. Serão ocupadas duas faixas no sentido Zona Oeste, e meia para o Centro.

A CET-Rio estima que o sentido Zona Oeste será o mais prejudicado. O órgão informou que os impactos podem congestionar rotas alternativas como a Linha Vermelha e a Linha Amarela. “Apesar de seguir o mesmo padrão anterior, o aumento da área interditada implicará em impactos de maiores proporções no trânsito em caso de incidentes na via”, alertou a CET-Rio.

Para reduzir os prejuízos ao transporte público, as faixas exclusivas para ônibus continuarão em funcionamento, contornando a área do canteiro de obras.

Nos dias úteis, das 14h às 21h, a prioridade da faixa reversível para ônibus será no sentido Zona Oeste. Nos demais dias e horários, as faixas exclusivas funcionarão nas pistas centrais, ocupando, entre as faixas disponíveis, as mais à esquerda, sempre contornando a obra

As principais rotas alternativas são a Linha Vermelha, Leopoldo Bulhões, Avenidas Lobo Júnior, Dom Hélder Câmara, Marechal Rondon e Pastor Martin Luther King Junior. A prefeitura recomenda o metrô durante as obras. A previsão de conclusão do Transbrasil entre Deodoro e Caju é para o primeiro semestre de 2017.

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas