Avenida Brasil tem novas interdições e faixa reversível a partir deste sábado

Será implantada nova frente de obra na Avenida Brasil, que ocupará totalmente a pista Central, sentido Zona Oeste

Por O Dia

Rio - A partir da madrugada deste sábado, às 5h, será implantada nova frente de obra na Avenida Brasil, que ocupará totalmente a pista central, sentido Zona Oeste, no trecho entre o Trevo das Missões (Cordovil) e o Trevo das Margaridas (Irajá).

Visando essa nova obra no trecho da via, o Centro de Operações informou, nesta sexta-feira, as novas interdições e informações para os motoristas que seguem para a Zona Oeste. Condutores terão uma faixa reversível que será implantada na pista central, no sentido Centro, que funcionará das 13h as 21h (dias úteis). Um desvio será implantado na faixa reversível, na altura da passarela 22, de forma a permitir o acesso a pista lateral no sentido Zona Oeste e, consequentemente, o acesso ao bairro de Irajá e à Rodovia Presidente Dutra.

Condutores terão uma faixa reversível que será implantada na pista central, no sentido Centro, que funcionará das 13h as 21h Centro de Operações Rio / Divulgação

Caminhões e carretas estão proibidos de utilizar a nova faixa reversível. Nos demais dias e horários, a faixa funcionará normalmente como exclusiva para ônibus, no sentido Centro. Os caminhões com altura superior a 4,5m não poderão seguir pela Avenida Brasil após o acesso a Rodovia Presidente Dutra. Os referidos veículos deverão realizar o seguinte desvio: Av. Brasil, Rodovia Presidente Dutra, Viaduto Cel. Phidias Távora (Jardim América), Avenida Rio D'Ouro, Rodovia Presidente Dutra e Avenida Brasil.

A faixa reversível criada contará com efetivo exclusivo de operação de tráfego para promover a fluidez e segurança viáriaCentro de Operações Rio / Divulgação

MEDIDAS MIGRATÓRIAS

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, além da reversível haverá sinalização específica para orientar e alertar os motoristas, assim como painéis de mensagens variáveis, que estarão posicionados com a mesma finalidade. Apoiadores de tráfego contratados e equipes da CET-Rio estarão no local para atuar na fluidez e na orientação do trânsito, não somente nos trechos das obras como também em todo o entorno. A operação de trânsito contará com mais de 10 operadores de tráfego por turno, totalizando um efetivo total de 150 controladores, 45 painéis de mensagens variáveis, 52 câmeras de monitoramento e 14 reboques na Avenida Brasil, na Linha Vermelha e nas rotas alternativas, para desobstrução das vias em caso de enquiço ou acidente.

Haverá ajustes para reduzir os impactos no trânsito da via, melhorando a fluidez e o aumento da capacidade, como o reordenamento das faixas localizadas na pista lateral do sentido zona oeste, de forma a disponibilizar o acréscimo de uma faixa de rolamento e aumentar a capacidade da via.

As faixas exclusivas para ônibus instaladas serão mantidas para garantir a prioridade ao transporte público. A faixa reversível criada contará com efetivo exclusivo de operação de tráfego para promover a fluidez e segurança viária, bem como o atendimento a quaisquer ocorrências que possam comprometer as condições normais da via.

O principal impacto esperado é no acesso as rodovias Washington Luis e Presidente DutraCentro de Operações Rio / Divulgação

IMPACTOS ESPERADOS NO TRÂNSITO

O principal impacto esperado é no acesso as rodovias Washington Luis e Presidente Dutra. A CET-Rio ratifica a sugestão de utilização da Linha vermelha como rota alternativa e percurso para acessar as duas rodovias.

Reportagem de Luis Araujo

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas