Para evitar caos no trânsito, Prefeitura reduz trecho em obras na Avenida Brasil

No sábado, cariocas enfrentaram congestionamento de Irajá até Bonsucesso, sentido Zona Oeste, devido ao fechamento da pista central. Faixa reversível começa a operar às 13h hoje

Por O Dia

Rio - Se com a volta às aulas já é normal que o trânsito fique complicado, nesta segunda-feira, cariocas sentirão que ele está ainda mais difícil, em especial na Avenida Brasil, já que hoje é o primeiro dia útil das novas interdições para obras do BRT Transbrasil. As intervenções na via expressa começaram no último sábado, quando foi interditada a pista central, sentido Zona Oeste, no trecho entre o Trevo das Missões, em Cordovil, e o Trevo das Margaridas, em Irajá. Como o trânsito ficou caótico naquele dia, com retenção até Bonsucesso, a CET-Rio fez um ajuste na operação, com o intuito de tentar melhorar a fluidez.

LEIA MAIS:

Obra do BRT Transbrasil causa grande congestionamento na Avenida Brasil

Avenida Brasil tem novas interdições e faixa reversível a partir deste sábado

"O trecho inicialmente previsto era entre a Rodovia Washington Luiz (Cordovil) e a Rodovia Presidente Dutra (Irajá). No sábado, tivemos uma retenção que chegou até Bonsucesso. Então, provisoriamente, liberamos a pista central, sentido Zona Oeste, a partir do Viaduto de Parada de Lucas", afirmou Joaquim Diniz, diretor de operações da CET-Rio, ressaltando que este ajuste é "provisório".

Além disso, para aliviar o tráfego, no trecho da obra, uma faixa reversível estará funcionando na pista central, sentido Centro, a partir das 13h. "Hoje, na parte da tarde, teremos uma reversível funcionando. Vamos avaliar os impactos, já que os primeiros dias são mais difíceis", disse Diniz.

Ainda que tenha liberado o tráfego na pista central, sentido Zona Oeste, no trecho entre Parada de Lucas e a Rodovia Presidente Dutra, o diretor de operações lembra que ele será interditado. "Não tem jeito. Ele vai ter que ser interditado, porque além da obra do BRT, temos outra de drenagem. Ali é um trecho que constantemente tem pontos de alagamento e a obra na Avenida Brasil, além de ser para a construção do corredor, é uma obra de drenagem", esclareceu.

Sobre as retenções formadas na Avenida Brasil no sábado, um dia atípico para congestionamentos, Diniz disse que podem ter relação com a volta às aulas. "Acredito que foi por conta da volta das férias. Tivemos muitas pessoas viajando", concluiu.

Últimas de _legado_O Dia 24 Horas