Por tiago.frederico

Rio - A forte chuva que atingiu o Estado do Rio, neste domingo, deixou várias cidades em estágio de atenção, alerta e alerta máximo para o risco de transbordamento dos rios. Em Petrópolis, na Região Serrana, o nível do Rio Quitandinha subiu muito e ele acabou transbordando e inundando várias regiões da Cidade Imperial no período da tarde. Contudo, segundo a Secretaria de Proteção e Defesa Civil do município, ocorrências graves não foram registradas.

Através do WhatsApp do DIA (98762-8248), uma leitora enviou fotos do seu carro submerso na Rua Coronel Veiga. Sem se identificar, ela criticou a falta de ações públicas no município em caso de chuvas fortes. "Meu carro ficou submerso e se não fosse a ajuda de moradores locais, poderia ter acontecido algo pior. A cidade, após aquele desastre de 2010, continua sob alerta e vivendo a mesma instabilidade. As autoridades nada fazem para melhorar a situação e oferecer segurança aos moradores", disse.

Carro de leitora ficou submerso na Rua Coronel Veiga%2C em PetrópolisWhatsApp O DIA (98762-8248)

Os maiores índices pluviométricos foram registrados na Zona Sul de Petrópolis. No bairro Alto da Serra, choveu 96 milímetros em uma hora. No Quitandinha, foram 80 milímetros em uma hora. Antes das chuvas, às 15h, a Prefeitura daquele município acionou preventivamente as 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme para que a moradores de áreas de risco procurassem um local seguro quando começasse a chover forte.

Outras cidades fluminenses onde o Sistema de Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) decretou alerta máximo foram São João de Meriti e Duque de Caxias, na Baixada, onde houve risco de transbordo dos rios Pavuna e Saracuruna, respectivamente, porém a previsão não se concretizou.

Você pode gostar