O DIA no Grande Rio: Protestos divididos

Polêmica sobre a migração de traficantes do Rio para a Baixada divide prefeitos da região

Por O Dia

Rio - A polêmica sobre a migração de traficantes do Rio para a Baixada divide prefeitos da região. Enquanto Sandro Matos, de São João de Meriti, Dennis Dauttmam, de Belford Roxo, e Gelsinho Guerreiro, de Mesquita, já assinaram o documento que pede a suspensão da inauguração das UPPs até que seja reforçado o policiamento na Baixada, outros relutam.

Nelson Bornier, de Nova Iguaçu, admite que usa escolta armada quando visita bairros da periferia, mas evita a polêmica. “Não vou entrar nessa dividida”, justifica. Já Alexandre Cardoso, de Duque de Caxias, elogia a política de segurança do estado e diz que o enfrentamento do problema não se resume a uma região.

Moradores do Jardim Palmares protestaram na manhã desta terça, na porta da Prefeitura de Nova Iguaçu, contra a falta de redes de saneamento, abastecimento regular de água e iluminação pública. Com narizes de palhaço e cartazes, eles bloquearam a entrada do prédio.

A revolta dos manifestantes sobrou para o secretário municipal de Turismo, Mário Marques, que chegava na hora e foi vaiado. Três dos moradores se reuniram com o prefeito Nelson Bornier (PMDB), que prometeu obras no bairro em 2014.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada