Baixada brilha no The Voice Brasil

Pedro Lima e Nenê Oliveira, ambos de Nova Iguaçu, emocionam Lulu Santos e Carlinhos Brown

Por O Dia

Rio - Dois talentos da Baixada Fluminense estão brilhando no programa The Voice Brasil, da TV Globo. Quinta-feira, Pedro venceu mais uma eliminatória da competição, ao derrotar Guto Santanna. Foi o segundo dia de batalhas do programa, quando dois candidatos do mesmo grupo e a música são escolhidos pelo técnico.

Nenê Oliveira e Pedro Lima, ambos com 25 anos e de Nova Iguaçu, foram classificados na primeira fase, na qual os candidatos se apresentam à espera de ser escolhidos por um dos quatro técnicos do programa, os cantores Lulu Santos, Daniel, Carlinhos Brown e Cláudia Leite, que ficam em uma poltrona de costa.

Nenê Oliveira e Pedro Lima%2C ambos de Nova Iguaçu%2C estão brilhando no The Voice BrasilCarlo Wrede / Agência O Dia

Lulu Santos se encantou com Pedro, e Carlinhos, com Nenê. Após a apresentação de Pedro, na quinta-feira, Lulu não teve dúvidas: “Você me emocionou, e as lágrimas caíram. Hoje, vou ficar com o bigode grosso”, definiu.

A apresentação de Ariene de Oliveira Evangelista, a Nenê, dia 31 de outubro, também foi pura emoção. Carlinhos Brown só virou a poltrona quando restavam apenas três segundos para acabar a interpretação da canção ‘Love Song’, da banda The Cure. Foram um minuto e trinta e quatro segundos.

Nenê ocupou a última das 12 vagas que a que Carlinhos Brown tem direito. “Fechei os olhos para não ver que minha chance estava no fim. Quando abri, o Carlinhos estava virando. Foi uma emoção muito forte. Não consigo descrever”, diz Nenê, que agora se prepara para as batalhas.

Ainda no palco, ela, que é evangélica, revelou que enfrentou a resistência da mãe, a pastora Zely de Oliveira Silva, 50, para ir ao programa e emocionou Carlinhos Brown. “A história dela é parecida com a minha”, disse ele, chorando.

Zely contou, no entanto, que sentiu ao saber da novidade. “Foi medo do novo. Minha filha só cantou em igreja. Mas vi o quanto estava feliz. Para os pais, é só isso que importa”, afirmou a pastora.

À produção, Nenê mandou um vídeo que gravou no quarto, cantando ‘Ela Une Todas as Coisas’, de Jorge Vercillo. Para se dedicar exclusivamente ao programa, ela trancou o curso de Engenharia Civil e pediu demissão do cargo de coordenadora de eventos de um condomínio na Barra da Tijuca.

Show e festa em um bar de Osasco

Pedro Lima assistiu quinta-feira à segunda apresentação no The Voice num bar em Osasco, na Grande São Paulo, onde mora há três anos. O cantor comemorou o resultado com o público que assistia a seu show. “Colocaram um telão e todo mundo vibrou. Foi emocionante”, disse ele, que vira sua primeira participação sozinho. “Sou tímido e fiquei muito nervoso”.

Ele conta que foi para Osasco para tentar a carreira artística. “Em São Paulo, temos mais oportunidades. Fui morar com minha tia, mas ela voltou para Baixada. Agora, vivo sozinho na cidade”, revelou.

Antes do The Voice, Pedro se apresentou ano passado no quadro ‘Cantando no Chuveiro’ do ‘Programa Mais Você’, da Ana Maria Braga. “O prêmio era uma reforma no chuveiro, mas disseram que eu cantava muito bem, que deveria ir para o The Voice”, lembra.

Encorajado, Pedro gravou um vídeo pelo celular interpretando a música ‘You Are Not Alone’, de Michael Jackson. Além de shows, Pedro dá aulas de inglês em Osasco para sobreviver.

Nenê Oliveira ganhou um forte abraço do pai, o pastor da Igreja Evangélica Família Alfa e Ômega, Almir Evaristo Silva, 54, um dia antes da competição. “Você é a melhor cantora do mundo. Somos seus maiores fãs, independentemente do resultado”, disse.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada