Por thiago.antunes

Rio - O prefeito São João de Meriti, Sandro Matos, continua colhendo assinaturas para o documento que pretende entregar ao governador Sérgio Cabral pedindo que a instalação de UPPs no Rio seja suspensa até que seja reforçado o policiamento na Baixada Fluminense.

Apesar de mostrar decepção com outros prefeitos que não quiseram assinar o documento — só mais dois aderiram — , ele diz tem apoio da população, de empresários e de políticos. No momento, Matos trabalha no recolhimento de assinaturas de vereadores e diz que já tem 70. A previsão dele é entregar em 10 dias o pedido a Cabral.

Você pode gostar