Por thiago.antunes
Publicado 11/12/2013 23:32 | Atualizado 11/12/2013 23:34

Rio - A relatora especial da ONU para o direito à água potável e o saneamento, a portuguesa Catarina de Albuquerque, visitou nesta quarta-feira comunidades carentes de São João de Meriti e de Duque de Caxias, acompanhada de líderes comunitário. Em Campos Elíseos, em Caxias, ela constatou que, ao lado da Reduc, a maior refinaria do estado, comunidades vivem sem nenhuma infraestrutura, consumindo água contaminada e sem redes de saneamento.

Além disso, vistoriou obras do PAC que apresentam problemas e acompanhou o drama de pessoas que tiveram as casas invadidas por água por causa do temporal. Catarina de Alburquerque sentiu também as dificuldades de mobilidade dos morados Região Metropolitana. Retida no trânsito, ela teve que adiar para amanhã a visita ao Complexo do Alemão.

Nesta quinta-feira, a partir das 9h30, ela percorrerá todo o complexo. Depois, se reunirá com representantes da Cedae, do Inea e da prefeitura. No dia 19, Catarina entregará à ONU um relatório sobre tudo o que viu.

Você pode gostar