Hora de fazer as contas e pagar o IPTU sem doer o bolso

Somente em Guapimirim não haverá abatimento para pagamento à vista. Carnês já estão sendo enviados

Por O Dia

Rio - Todo começo de ano a rotina é a mesma: pagar o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Na Baixada, a dívida pode ser quitada com descontos que vão de 5% a 20% como também parcelada em até 10 vezes. Dos 13 municípios da região, apenas em Guapimirim não haverá descontos. A prefeitura, no entanto, já determinou que vai até dia 8 de maio a data para o pagamento do imposto.

Mesquita é a cidade que oferece a maior redução no IPTU: 20% no pagamento em cota única, que poderá ser efetuado até 31 de janeiro. Quem optar por um prazo maior, até 28 de março, terá 10% de dedução. O pagamento também poderá ser parcelado em até 10 vezes.

“É uma boa surpresa para o ano de 2014, onde os descontos são mais significativos do que em 2013”, afirma o secretário de Fazenda de Mesquita, Elço Luis Fontes Padilha.

Em Nova Iguaçu, a prefeitura, que vai oferecer 15% no pagamento à vista até 30 de janeiro, já começou a enviar para a casa dos contribuintes os 240 mil carnês do IPTU. O imposto também pode ser quitado em até 10 parcelas, dependendo do valor. Para que o contribuinte pagasse menos, neste ano , a prefeitura extinguiu a taxa de via (uma cobrança embutida no total do imposto).

De acordo com o secretário municipal de Economia e Finanças, Luiz Carlos Mayhé, até o momento foram postados 130 mil carnês nos Correios. Ele revelou que a taxa de inadimplência gira em torno de 50% e houve renegociação da dívida com 54 mil contribuintes. “Muitas pessoas recebiam dois carnês para um imóvel e não pagavam. Corrigimos as distorções e a inadimplência deverá baixar”, explica.

Quem já iniciou o ano com dívidas, o pagamento em cota única é a melhor opção. “Vou aproveitar o desconto de R$ 42 e usá-lo na compra do material escolar do meu filho”, garante a moradora de Botafogo, em Nova Iguaçu, Tassiana Dias, 28 anos.


Últimas de _legado_O Dia na Baixada