Por paulo.gomes
Rio - Uma das principais vias e mais movimentadas de São João de Meriti, a Avenida Délio Guaraná, em Éden, sofre com o abandono da prefeitura. As obras para construção de um calçadão começaram em junho de 2011 e estão paradas.
Prefeitura garante fim das obras em três meses. Oito lojas já fecharamAlexandre Vieira / Agência O Dia

Enquanto não são concluídas, comerciantes contabilizam prejuízos, como o chaveiro Júlio César Vieito Sampaio, de 42 anos. “O movimento na loja caiu em 60%. A rua era boa, mas a prefeitura foi genial ao quebrar tudo e deixar o local esburacado. Minha prateleira está vazia, pois não comprei material para revender”, critica.

Oito lojas já fecharam as portas ano passado. Dono de um escritório por mais de 40 anos no local, o advogado João Carlos Malafaia, 58, é outro que pensa em se mudar para longe. “Vou sair daqui. Nenhum cliente entra mais no meu escritório. Além disso, sofro com problemas respiratórios por causa da poeira”, reclama.
Publicidade
Na Avenida, várias manilhas, blocos de concreto e até entulhos como televisores velhos ocupam a calçada. Para entrar num supermercado no calçadão, pedestres precisam se arriscar em tábuas de madeiras improvisadas.
“Pisei na tábua e quase prendi meu pé direito. Por pouco não me machuquei. Está difícil andar por aqui. Devido a esta buraqueira, nos dias de chuva, a via alaga”, denuncia o serralheiro Thiago Luis de Brito, 28.
Publicidade
A prefeitura informou que a construção do calçadão no bairro Éden está em andamento. Ainda segundo a prefeitura, as obras devem ser concluídas em três meses.