Por tamara.coimbra

São João de Meriti - A luta por um sorriso limpo e bonito ganhou um aliado. Os alunos das 41 escolas municipais e cinco estaduais em São João de Meriti contam agora com escovódromo. A ideia, segundo a prefeitura, é que os espaços para escovação sirvam de estímulo para a prática. Ao todo, 25 mil crianças e adolescentes serão beneficiados com a iniciativa, que é fruto de uma parceria do Programa Saúde na Escola (PSE), do governo federal, e das secretarias de Saúde e Educação do município.

Anna Gomes%2C 8%2C aprovou a altura da pia%3A 'Dá para escovar tranquila' Roberto Chaim / Agência O Dia

Quarenta e seis equipes de saúde trabalham nos 15 postos do programa espalhados pela cidade, com o objetivo de ensinar a crianças práticas saudáveis, como realizar a escovação de forma correta. Ainda está previsto que de tempos em tempos, eles compareçam às unidades de ensino para realizar escovação orientada em frente ao escovódromo, que conta com espelho e pia. Cada estudante recebeu kit, contendo escova, pasta de dente e fio dental, além de uma cartilha.

“Mudança de cultura requer tempo e nós estamos trabalhando para que as crianças mais novas já cresçam com o conhecimento de como deve ser realizada a higiene bucal e acabem sendo agentes multiplicadores para sua família e comunidade”, explica o secretário de Saúde, Oscar Berro, para quem é papel do Estado ensinar aos alunos desde cedo a noção de prevenção e bons hábitos bucais.

Quem aprovou o espaço foi Anna Clara Moraes Gomes, 8 anos, estudante da Escola Municipal Professora Lígia da Silva França. “A pia é do meu tamanho e consigo escovar os dentes tranquila. Gosto muito da diversão com os meus amigos na hora que a gente vai escovar os dentes”, conta a aluna.

Tratamento odontológico

Além da prevenção, o programa oferece ainda tratamento dentário dos mais variados tipos. E para os pacientes não colaborativos — com deficiência mental e cognitiva, cardiopatas, hipertensos e com histórico de AVC e fobia —, o município começou a utilizar também o método de sedação por inalação consciente, que diminui os batimentos cardíacos e, consequentemente, a agitação, assim, é possível para realizar os procedimentos odontológicos. Esse novo método evita que seja preciso usar anestesia geral, que é a última alternativa sempre.

Você pode gostar