Por leonardo.rocha

Rio - Três peças teatrais serão encenadas gratuitamente em praças públicas, teatros e centros culturais até maio na Baixada Fluminense. Promovido pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos (Sated), o circuito faz parte do projeto Circulação de Espetáculos que percorrerá ainda mais 26 cidades do estado. O evento começou em março e já teve três atrações. A coordenação é de Paulo Marcos de Carvalho e de Fábio Mateus.

A peça "O juiz de paz" será encenada dia 13 de maio%2C às 19h%2C no Teatro Metodista%2C em QueimadosDivulgação


Quinta-feira, a peça ‘A Incrível Peleja de Simão e a Morte’, de Cesário Candhi e direção de Tom Pires, estará às 16h na Casa de Cultura de Belford Roxo (Avenida Bob Kennedy, Nova Piam). Os atores que participarão do espetáculo são de Duque de Caxias.

Dia 13 de maio, em Queimados, artistas de Nova Iguaçu vão subir ao palco do Teatro Metodista (Rua Marinho do Hemetério de Oliveira s/n, Vila Pacaembu) para encenar às 19h ‘O Juiz de Paz’. O texto é de Martins Penna e a direção de Renato Neves. Quem assina a produção é Tiago Costa.

Para encerrar o circuito na Baixada com chave de ouro, ‘O que eu fiz para merecer isso?’ será apresentando no dia 17 de maio, às 19h, no prédio da Secretaria Municipal de Cultura, no Centro. A direção do espetáculo é de Ribamar Ribeiro e a produção, de José Carlos.

Para o ator e secretário geral do Sated Rio, Milton Gonçalves, o Sindicato dos Artistas está “caminhando para eficar mais próximo do povo que gosta da arte de representar, além de cumprir com o papel de fomentar produções do interior do estado.”

O evento, que acontece desde 21 de março, conta com cerca de 800 artistas, técnicos e produtores envolvidos. “Estamos indo além da região Central do Rio para dar visibilidade a lugares que carecem de aparelhos culturais, como a Baixada”, ressaltou o produtor do evento e diretor do Sindicato, Fábio Mateus.

Você pode gostar