Sopa Brasileira só tem na Neide

Regada a camarão com feijão fradinho, caldo foi criado especialmente para o Mundial

Por O Dia

Rio - Simpatia é a marca do restaurante familiar Sopa da Neide (Rua Luís Sobral 69, Califórnia. Tel.: 2667-6609), em Nova Iguaçu. O sorriso das irmãs Carla Haller, 37, e Fernanda, 34, além da recepção da própria Neide, 60, são credenciais que logo conquistam quem chega ao lugar. A decoração à la Copa do Mundo e as próprias sopas — são 24 opções ao todo — completam o clima aconchegante da soperia, que criou uma receita específica para a ocasião — a Sopa à Brasileira — regada a camarão e feijão fradinho (R$ 22, serve uma pessoa).

O local fica aberto todos os dias a partir das 19h “até enquanto houver material para preparar as receitas”, garante Fernanda, que afirma ainda: “é tudo feito na hora.” Há ainda o rodízio, que custa R$ 32.

A fórmula faz sucesso. Horas antes de abrir o estabelecimento, clientes aparecem perguntando se já está funcionando. “É assim: graças a Deus é só ter um movimento no restaurante que as pessoas chegam”, revela Neide, que é criadora de todas as receitas. “E há mais na minha cabeça, minhas filhas é que ficam segurando minha criação”, reclama.

‘As meninas’ dizem que é preciso segurar a criatividade da mãe, “porque do contrário não daríamos conta”, despista Carla, que revela que as mais famosas são as de angu com rabada, a de caldo de pinto, além da brasileiríssima receita de feijão. “Vem gente experimentar de Caxias, do Rio, de Nilópolis, além de Nova Iguaçu. E todo mundo sempre volta”, revela.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada