Por ramon.tadeu

Rio - Será construído, em Queimados, um campus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), inicialmente, com curso de Engenharia Civil voltado para urbanismo. As obras de implantação para receber a unidade começam amanhã e, de acordo com a prefeitura, a expectativa é de que até meados de 2015 o prédio possa ser ocupado para a preparação do vestibular.

O campus de Queimados vai formar engenheiros civis especializados em urbanismo e irá funcionar em parceria com o Instituto Politécnico de Milão. Além do curso de graduação, a universidade que vai funcionar também como incubadora de empresas, contará com laboratórios para pesquisa e um centro de desenvolvimento tecnológico para a pós-graduação. A Uerj também pretende ajudar a prefeitura de Queimados e a de outros municípios da Baixada Fluminense a montar projetos para que as cidades consigam acesso a recursos do governo federal.

Segundo a Coordenadora de Estudos Estratégicos e Desenvolvimento da Uerj, Tatiana Alves Baptista, um dos objetivos do campus será formar profissionais que ordenem o crescimento da Região. “Há mais de dois anos estamos estudando as vocações regionais e observando as áreas estratégicas de desenvolvimento. E Queimados tem perspectiva de crescimento por causa do Distrito Industrial, do Arco Metropolitano e o primeiro terminal logístico ferroviário do Rio. A ideia é formar engenheiros com foco em desenvolvimento urbano, olhar ambiental e ocupação do solo, que são necessidades da Baixada”, ressalta a coordenadora.

De acordo com o Prefeito Max Lemos, o polo de Queimados funcionará nas instalações do antigo Ciep municipalizado 023, no bairro Fanchem e vai oferecer 100 vagas para os cursos de graduação, com duas entradas por ano: “Com a implantação desse Campus, nossos jovens não vão precisar se deslocar para lugares distantes, além de fomentarmos a qualificação da nossa mão de obra e consequentemente o desenvolvimento econômico. Para uma cidade emergente como a nossa, a qualificação profissional é fundamental para continuar o crescimento”.

Você pode gostar