Rede hoteleira investe na região, que ganhará empreendimentos

Construtoras já estão tocando as obras em pelo menos quatro cidades, gerando emprego e renda

Por O Dia

A rede hoteleira está se instalando com força total na Baixada Fluminense. De olho no desenvolvimento econômico, principalmente com a chegada de novas indústrias atraídas pelo Arco Metropolitano — que liga atualmente Itaguaí a Duque de Caxias —, empresas iniciaram a construção de hotéis em Queimados, Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Paracambi.

Lançado pela Zoneng Engenharia, o Premier Flat será o primeiro apart-hotel de Queimados. Terá administração da Promenade, que tem sete unidades no Rio e seis em Belo Horizonte, em Minas Gerais. As obras já começaram, e a previsão de entrega é julho de 2016. Com investimento de R$ 45 milhões, serão gerados 130 empregos.

Obras do Premier Flat já começaram em Queimados Luiz Ambrósio/Divulgação

O apart-hotel, com 15 andares, terá 156 unidades. “Nosso empreendimento terá quartos luxuosos, academia, SPA com hidromassagem e outros serviços. Já vendemos 70 % das unidades”, diz o dono, Henrique Zonenschein.

Segundo o prefeito de Queimados, Max Lemos, a cidade vai ganhar também prédios acima de 10 andares. “Já licenciamos quatro e outro de salas acima de oito andares”, explica ele, otimista.

Em Duque de Caxias, uma das opções para quem quiser investir em unidades hoteleiras é o Rossi Multi Suítes, na Rodovia Washington Luiz. O empreendimento será o primeiro com uma bandeira internacional. A Best Western, maior rede de hotéis independentes do mundo, presente em mais de 100 países, vai administrar o apart-hotel, que terá 156 unidades.

Rossi Mais Parque Iguaçu, no Centro, foi orçado em R$ 39,5 milhõesDivulgação

Segundo o prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, a expansão imobiliária vai atrair o turismo comercial. “A Baixada Fluminense é hoje o grande ponto de expansão do Rio de Janeiro. Em Caxias, teremos quatro apart-hotéis. Vamos quadruplicar nossa rede hoteleira”, disse.

Em Paracambi, dois hotéis ficarão prontos em 2015, com pelo menos 150 quartos. Atualmente, a cidade tem dois hotéis e 68 quartos.

NOVO CONDOMÍNIO EM NOVA IGUAÇU

A construtora Rossi também está investindo em Nova Iguaçu. A novidade é o lançamento do residencial Rossi Mais Parque Iguaçu, na Rua Doutor Barros Júnior, no Centro. O condomínio, de R$ 39,5 milhões, terá 194 unidades e área de lazer, com quadra poliesportiva, piscina e salão de festas. Serão gerados cerca de 170 empregos.

A empresa já entregou o Rossi Via Office, um prédio com 217 unidades comerciais, que custou R$ 21 milhões, e já terminou as obras do apart-hotel Rossi Diamond Flat, no valor de R$ 25,8 milhões. O empreendimento conta com 157 apartamentos, além de 22 lojas, e será administrado pela Rede Mont Blanc.

Segundo o secretário de Urbanismo de Nova Iguaçu, Giovanni Guidone, outro hotel será construído na Rua Doutor Luiz Guimarães, no Centro, e terá 200 apartamentos.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada