Benguelê canta samba em Nilópolis

Encontro de bambas é realizado todo domingo no Armazém do Pereira, no Centro. Show começa às 20h

Por O Dia

Que tal, depois de ir às urnas, se reunir logo mais com os amigos para colocar o papo em dia, tomar uma cerveja gelada e ainda, de quebra, ouvir um samba de raiz? Esses são alguns dos atrativos da tradicional Roda de Samba do Grupo Benguelê, que é realizada todos os domingos no Armazém do Pereira (Rua Darcy Vargas 157, Centro de Nilópolis).

O evento virou ponto de encontro entre os bambas da Baixada e já recebeu grandes nomes do gênero, com destaque para Monarco da Portela e Neguinho da Beija-Flor. A casa abre às 19h, e o show começa às 20h. A entrada custa R$ 10.

Canções de qualidade e populares estão no repertório do BenguelêDivulgação

Formado em 2010, o grupo Benguelê, cujo nome vem de uma cantiga nostálgica dos escravos, surgiu em uma reunião de amigos que sentiam falta de samba de raiz em Nilópolis. Um dos integrantes, Leonardo Teixeira comenta que o repertório é a chave para o sucesso do grupo da Baixada. “Aqui é terra de sambista. Tentamos fazer tudo com a maior qualidade. Tocamos o samba de raiz na essência e os mais populares”, garante o músico.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada