Um novo garrafão de basquete para cestas e enterradas na Baixada

Vila Olímpica de Nova Iguaçu abre sua quadra

Por O Dia

Os amantes do basquete de rua já têm um espaço para para poder fazer suas enterradas e cestas na Baixada. É a quadra esportiva ‘Garrafão da Fama’, na Vila Olímpica de Nova Iguaçu, no Centro.

Para incentivar os atletas, no espaço, estão os nomes de craques e dirigentes que fizeram história do basquete na cidade, como o ex-técnico William Douglas e as atletas Thatiane Gomes e Ana Carolina Zachi, a Carolzinha.

Carolzinha, atleta convocada para a seleção brasileira em 2012, conta que ficou feliz por ser lembrada. “Vejo esse espaço como forma de incentivar o basquete brasileiro”.

De acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer, Adriano Santos, o espaço poderá ser usado todos os dias. “Vai democratizar ainda mais a nossa Vila Olímpica, que já contava com áreas para a prática de futebol, vôlei de areia e atletismo, além de um ginásio poliesportivo e uma academia”, diz Santos.

No espaço estão os nomes de craques e dirigentes que fizeram história do basquete na cidadeAlziro Xavier / Divulgação

Os atletas podem participar também das aulas de basquete oferecidas de graça no local às segundas e quartas-feiras, das 18h às 20h. Para se inscrever é preciso ter de 7 a 17 anos e comparecer ao local com documentos de identidade, CPF, comprovante de residência, certificado escolar e atestado médico.

O basquete de rua requer mais agilidade e criatividade que o jogo tradicional, já que os jogadores usam apenas a metade da quadra convencional. A partida é realizada em um tempo de dez minutos, e o time vencedor é o que somar 21 pontos independentemente do tempo, ou aquele que tiver o maior placar ao término da partida.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada