Por marcelle.silva

Ele é o melhor em Just Dance, game em que o jogador imita os passos virtuais de dança exibidos na tela. Campeão do Mundo de Esportes Eletrônicos, Diego dos Santos, o Diegho.san, de 24 anos, se prepara agora para realizar outro sonho: se tornar novo personagem de Just Dance Now, aplicativo do jogo para celulares. Diego, que mora em Cabuçu, Nova Iguaçu, vai até o fim do ano novamente para Paris criar a coreografia. Há três semanas, foi na mesma cidade francesa que Diego conquistou o disputado campeonato. Ao todo, foram 2.839 competidores de 70 nacionalidades.

Diego começou perdendo o duelo contra o brasileiro Tulio Furst AkarDivulgação

Pintor e decorador de prédios. Diego ganhou um vídeo game X Box One, troféu e contratos publicitários. A viagem a Paris também foi de graça. “Não tinha talento para a dança Mas sempre que tinha festas em casa a galera jogava o just dance, daí passei a participar e os movimentos foram acontecendo espontaneamente”, revela Diego.

Segundo o diretor da Ubisoft na América Latina, Bertrand Chaverot, que criou a modalidade em 2009, o game já tem mais de 50 milhões de jogadores no mundo. “Ficamos muito felizes em ter um brasileiro o primeiro campeão mundial do Just Dance. Tem tudo a ver por ser um jogo festivo, animado, familiar e contagiante”, frisou.

O caminho para o triunfo de Diego teve início em uma pré-seleção online. Durante oito domingos, de julho a setembro, ele usou a sala de casa para participar das sessões em três horários diferentes. Na madrugada de 4h às 5h, pela manhã de 9h às 10h e a tarde das 13h às 14h. O jovem terminou a fase eliminatória em primeiro lugar, entre os 472 competidores da sua categoria, a Nitendo Wii.

Destes, apenas 10 foram selecionados para a fase final, em Paris. Eles se juntaram aos outros 10 finalistas escolhidos em programas de televisão do jogo no Canadá, Austrália, Rússia e Dinamarca, e nos vídeos que ficam gravados no game. Para a avó de Diego, Alaídes Gonçalves, 81, o neto vai ainda dar muito orgulho para a família. “O conselho que dou é para investir na carreira que vai longe. Meu neto é muito talentoso. Nasceu para isso”, afirmou Alaídes, orgulhosa com a performance do neto.

Final dramática

Diego venceu outro brasilleiro na final

A final teve direito a drama, emoção e virada no placar. Num palco com dois telões onde o competidor interagia com o jogo, Diego começou perdendo o duelo contra o também brasileiro Tulio Furst Akar. Na primeira batalha, ele ganhou nos pontos do vídeo game, porém perdeu na avaliação dos jurados e do público. Já na segunda música, ele venceu nos três quesitos. Na terceira, ele perdeu na votação dos jurados, mas sagrou-se o grande campeão ao vencer nos pontos do vídeo game e na votação online.

Alaídes Gonçalves%2C avó de Diego%2C 81%2C diz que o neto é motivo de orgulho para a família%3A “Nasceu para isso”Estefan Radovicz / Agência O Dia

O jogo mais recente da série, Just Dance 2015 chegou ao Brasil em outubro com uma tiragem de 200 mil cópias, mas o maior sucesso por aqui é Just Dance Now, primeiro jogo da série para celular, lançado em setembro e que já conta com a marca de 1 milhão de downloads no Brasil. O número contempla dispositivos iOS e Android e coloca o país em segundo lugar no ranking mundial de usuários do game, com quase 17% do total, atrás apenas dos EUA, que têm 20%.O Just Dance Now permite aos jogadores dançarem utilizando seus smartphones e uma segunda tela conectada à internet. Ao baixar o aplicativo, o jogador pode acessar instantaneamente cinco músicas gratuitas que irão variar a cada dia. “Serei um personagem deste jogo. Vou escolher a música e montar a coreografia com a ajuda de um profissional da empresa”, finalizou Diego.

Você pode gostar