Boas carnes que findaram em pagode

Pedro Landim fala do amor do carioca pelo churrasco

Por O Dia

Certa vez ouvi de um cozinheiro uruguaio uma teoria sobre o motivo de as carnes de seu país, assim como as consumidas nos churrascos do Rio Grande do Sul, serem superiores às do Rio de Janeiro e outros estados brasileiros, do Sudeste para cima. Dizia ele que a paixão dos gaúchos pela carne bovina era superior a dos cariocas. Dessa forma, os cortes do boi recebiam melhor tratamento lá pelos pampas, do pasto até a mesa. A situação mudou nos últimos tempos, as carnes brasileiras melhoraram, de modo geral, e nosso amor pelo churrasco nunca foi tão intenso.

De qualquer forma, os gaúchos que chegaram em 1970 em nosso estado foram responsáveis por churrascarias de vida longa, que acabaram, inclusive, incorporando nosso rebolado, invadidas por música e ‘assando’ pagode e funk entre maminhas e alcatras. Essa é a história da Rodeio Gaúcho, que funciona colada na RioSampa, filha direta do ‘espeto corrido’.

Carnes como a paleta de cordeiro e diferentes versões da picanha estão espetadasAlberto Aquino

Os shows que faziam grande sucesso na antiga Churrascaria Rodeio inspiraram seus donos, como o gaúcho Lauro Giehl, a fundar ao lado a RioSampa. Hoje, e na última década, a casa de carnes está sob nova administração, tendo incorporado o ‘gaúcho’ no nome, e continua nas mãos de um gaúcho mantendo a linhagem do bom churrasco, o empresário Irineu Roque Corte, da cidade de Relvado (RS).

No rodízio servido a R$ 39,90 (de segunda a quinta-feira) ou R$ 45,90 (sexta a domingo), circulam cortes como carneiro, contraffilé argentino, costela de boi, paleta de carneiro (com geleia de hortelã) e até um leitão à pururuca que leva um pouco da cozinha mineira ao restaurante de Nova Iguaçu.

A picanha? Está presente não apenas na churrasqueira, mas também nos fornos que assam as pizzas. Sim, o corte mais famoso dos churrascos no Sudeste é um dos 50 sabores que saem no rodízio das ‘redondas’, atração diária que começa às 18h. Com direito a bufê de massas, saladas, petiscos e até refrigerante incluído a R$ 27,90 (de segunda a quinta), ou R$ 31,90. As portuguesas, calabresas e margheritas fazem sucesso, assim como as doces, da banana ao sorvete. Comidas que dão samba, funk, sertanejo e outras bossas.

RODEIO GAÚCHO. Rodovia Presidente Dutra Km 177, Nova Iguaçu (2768-6260). Diariamente, das 11h à meia-noite, ou último cliente. Cc: Todos.

Últimas de _legado_O Dia na Baixada